Banner-720x91_1.gif

Funcionários da Caixa em todo o país entram em greve

-

- Siga o nosso Instagram -

Funcionários da Caixa Econômica Federal programaram para hoje uma paralisação de 24 horas em protesto contra ações do governo na gestão do banco estatal, informou o Sindicato dos Bancários.

O estado de greve foi deliberado em assembleia na base do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, mas deve ter adesão nacional, de acordo com a entidade.

- Informe Publicitário -

Entre os motivos citados para a paralisação estão a abertura de capital da Caixa Seguridade (o sindicato é conta a venda dessas ações), o pagamento integral da PLRSocial (o sindicato alega que o benefício não foi pago corretamente), e maior proteção contra a covid-19 nas agências, inclusive com a inclusão dos empregados da linha de frente no grupo prioritário da vacina.

Além disso, o sindicato também pede a contratação dos aprovados no concurso de 2014.

“A mobilização dos empregados junto ao movimento sindical foi motivada por uma série de ataques, tanto contra instituição financeira, como aos direitos históricos dos trabalhadores”, afirmou o dirigente sindical Dionísio Reis, diretor do Sindicato e empregado da Caixa.

A entidade recomendou aos funcionários da Caixa que não compareçam às agências hoje. Para os que estão em home office, a recomendação foi para que não fizessem login no sistema do banco.

Caixa diz que participa de negociações com sindicatos

Em nota, a Caixa informou que “participa de mesa permanente de negociação com as representações sindicais”.

O banco afirmou ainda que “está realizando a maior operação de pagamento de benefícios sociais da história, com liberação do auxilio emergencial e Bolsa Família, além da prestação de diversos serviços essenciais”.

“Cabe destacar que milhões de brasileiros em situação de vulnerabilidade serão atendidos na rede de varejo da Caixa ao longo desta semana”, disse o banco estatal, em nota.

- Informe Publicitário -

Funcionários da Caixa em todo o país entram em greve

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Informe Publicitário -

MAIS LIDAS

Leia tambémRELACIONADAS
Destaques