Politica

Fiscais do TRE apreendem material de campanha na UFF e caso ganha repercussão

Fiscais do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ) apreenderam 470 panfletos de candidatos nesta quinta-feira (13) dentro da Universidade Federal Fluminense (UFF), no Centro de Campos. Segundo informações do TRE, a legislação eleitoral veda qualquer tipo de propaganda eleitoral em instituições de ensino públicas ou particulares.

A ação se deu em  virtude de denúncias anônimas que davam conta do armazenamento irregular de material eleitoral na instituição pública. Ainda segundo o TRE, no local foi encontrado o material de campanha que estava em um armário no Diretório Central dos Estudantes (DCE), comprovando a veracidade da denúncia. Alguns estudantes também estavam usando adesivos de campanha e entregaram o material aos fiscais. Após a ação dos fiscais do TRE, foi negado qualquer tipo de abuso na abordagem.

O TRE informou que, desde o início do ano, o sistema de denúncias do site do tribunal já recebeu 128 registros de irregularidades referentes a Campos.

Segundo o TRE, além das denúncias pelo site, é possível utilizar o aplicativo WhatsApp no número (21) 97299-3669 e ligar para os números (21) 3436-9000, (21) 2253-1177 e (22) 2722 2322.

ALUNOS CONTESTAM AÇÃO
Nas redes sociais, estudantes contestaram a ação dos fiscais do TRE. Entre as reclamações, vários relatos de arbitrariedade por parte dos fiscais e falta de diálogo. No entanto, segundo a versão dos estudantes, de fato existia panfletos armazenados em um armário do DCE da instituição, o que caracteriza crime eleitoral, diferente de portar adesivos de candidatos.

O armazenamento de material eleitoral em bens públicos pode gerar ação de abuso de poder político e econômico para os candidatos envolvidos.

CASO GANHA REPERCUSSÃO
Quem também comentou o caso nas redes sociais foi o senador Lindbergh Farias, que também reprovou o suposto abuso de autoridade por parte dos fiscais.

Comente com o seu Facebook
Fiscais do TRE apreendem material de campanha na UFF e caso ganha repercussão

To Top
error: Conteúdo protegido.