BLOG DO MAYCON VIDAL

Opinião, artigos e bastidores da política

Ex-secretário quer afastamento de Rafael Diniz por crime de responsabilidade fiscal

O ex-secretário de Trabalho de Renda do município de Campos, Gustavo Matheus, anunciou na noite desta quinta-feira (07), que irá acionar o Ministério Público pedindo o afastamento do prefeito Rafael Diniz por crime de responsabilidade fiscal ao afastar os trabalhadores sob regime de pagamento autônomo sem realizar o pagamento pelo serviço.

Nesta quarta-feira (06) cerca de 6 mil RPAs tiveram seus contratos suspensos pelo município devido a crise do covid-19.




“Primeiro é importante destacar que a forma como foi feito o trabalho já é completamente equivocado e vai contra a lei. O RPA eterno como vinha sendo feito é errado. Você contrata a pessoa, não oferece direito nenhum, demite a hora que quer, faz daquilo ali um cabide de emprego para vereador, e ainda paga como quiser. Além disso, o prefeito agora suspende o serviço sem nenhum aviso prévio, com cinco meses de pagamento em atraso. Na próxima semana acionarei o Ministério Público pedindo o afastamento imediato do prefeito Rafael Diniz por crime de responsabilidade fiscal e por colocar a nossa população em estado de vulnerabilidade social extrema”, disse Gustavo.

Gustavo foi o primeiro e único secretário a pedir para sair do governo Rafael Diniz até aqui, ainda em 2018. Na época, alegando divergências de ideias, afirmou que a gestão estaria tomando um “rumo irreversível”. Criticado por membros do governo de individualista, o ex-secretário, que também é primeiro suplente de vereador na Câmara, à época respondeu os chamando de covardes.




Relacionados

ÚLTIMAS POSTAGENS

error: Conteúdo protegido.