Politica

Ex-candidato acusa partido e Garotinho de fraude

O procurador Mendelssohn Kieling saiu fazendo barulho do PMB. Apresentado como pré-candidato ao governo do estado, ele foi às redes sociais — e à Justiça Eleitoral — denunciar “a velha e ilegal prática político-partidária difundida no país”.

Tudo ia bem na sinfonia, com a candidatura confirmada na convenção realizada no sábado retrasado, com direito a beijos, abraços, fotos e vídeos publicados em rede social, onde ele já falava como pré-candidato ao governo do estado do Rio de Janeiro. Mas então, no dia seguinte, a legenda atravessou o compasso e… anunciou que estava se coligando com o ex-governador Anthony Garotinho (PRP).

Kieling disse ter recebido a notícia — e a oferta de virar vice de Garotinho — por telefone. Mas o moço não quis conversa: apresentou sua desfiliação na segunda-feira e denunciou o caso ao Ministério Público, acusando a antiga casa de fraude.

“Em nenhum momento, a questão foi submetida a votação na plenária”, escreveu ele.

Comente com o seu Facebook
Ex-candidato acusa partido e Garotinho de fraude

To Top
error: Conteúdo protegido.