Brasil e Mundo

Estudante de Medicina é preso por pedofilia durante plantão em hospital

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul, em ação com o Ministério Público do estado, prendeu um estudante de Medicina por crime de pedofilia na manhã desta terça-feira. O homem, de 27 anos, guardava mais de seis mil fotografias pornográficas de crianças e adolescentes no computador apreendido em seu apartamento, no bairro Bonfim, em Porto Alegre.

O estudante foi detido em flagrante enquanto dava plantão em um hospital da capital gaúcha. Ele foi encaminhado ao Departamento da Criança e do Adolescente da Polícia Civil (Deca). Os peritos do Instituto-Geral de Perícia do estado, que acompanharam a busca e apreensão na residência, começaram a vasculhar os arquivos no local.

Os agentes ainda recolheram o celular e outros equipamentos eletrônicos do homem para a perícia.

A Promotoria da Infância e da Juventude de Porto Alegre estava com o caso há duas semanas. A Polícia Civil começou a investigar o estudante depois que o pai de um menino de 10 anos, de São Paulo, viu conversas entre o filho e o homem no computador. Os investigadores descobriram se tratar de um perfil falso e rastrearam a identidade do estudante. O MP então assumiu a apuração.

O criminoso foi levado para prestar depoimento na Deca, na qual será registrado o flagrante.

Comente com o seu Facebook

To Top
error: Conteúdo protegido.