Br

ERA SÓ O QUE FALTAVA! Secretário encontra dívidas de aluguel em imóvel da Infraestrutura; Funcionários podem ser despejados

Ao assumir a Secretaria de Infraestrutura e Mobilidade Urbana, o secretário Cledson Bitencourt  encontrou uma dívida de quase R$ 400 mil em aluguéis. A dívida corresponde a vinte e dois meses de falta de pagamento do aluguel do imóvel da secretaria. Segundo o secretário, “os funcionários podem ser despejados a qualquer momento”.
A possível solução para a questão, segundo Bitencourt, vai ser tratada na reunião que acontece nesta sexta-feira (6), junto à Comissão Especial de Gestão Governamental, composta pelo prefeito Rafael Diniz; o procurador Geral do Município, José Paes Neto; o secretário Municipal de Fazenda, Leonardo Wigand; o secretário Municipal da Transparência e Controle, Felipe Quintanilha; o secretário Municipal de Governo, Fábio Bastos, e a chefe de Gabinete do Prefeito, Mariana Moraes Martins. Durante o encontro também serão tratados assuntos como processos e pagamentos.
A Comissão, criada através de decreto, visa a promover discussão de soluções para as questões do município em meio a dificuldades financeiras e orçamentárias para contenção de despesas e otimização dos gastos públicos. O processo para resolver estas questões começa com o decreto 002/2017, publicado nesta terça-feira (03), para realização de auditoria em um período de 90 dias. Segundo o secretário, o decreto suspende pagamentos nesse período para a análise das prioridades e a legitimidades destes.
– A criação desta Comissão vai nos auxiliar na tomada de decisões, porque nos serão apresentadas alternativas em várias frentes importantes no poder público para a promoção do bem estar geral da sociedade. Cada setor da secretaria de Infraestrutura está me passando um relatório apresentando as necessidades da secretaria, que incluem falta de veículos, de computadores, telefone e internet, além de banheiros sem condições de uso e a falta de insumos de trabalho, entre outras questões, como andamentos das obras municipais – destacou o secretário.
Comente com o seu Facebook

To Top
error: Conteúdo protegido.