BLOG DO MAYCON VIDAL

Opinião, artigos e bastidores da política

Enquanto Wladimir usa as redes sociais pra atacar, vereadores respondem

O prefeito Wladimir Garotinho anunciou na última sexta (21) que durante os dias seguintes iria falar “verdades diretas” em suas redes sociais. A postura do prefeito tem relação direta com a sua dificuldade de convencer os vereadores de Campos a embarcar em duas votações polêmicas na Câmara: O chamado “pacote de maldades” e a aprovação das contas de sua mãe, Rosinha Garotinho, que recebeu parecer desfavorável do Tribunal de Contas.

A primeira “verdade direta” dita pelo prefeito, neste sábado (22), foi sobre o valor gasto com pessoal, acima do permitido pela legislação, o que para o prefeito justificaria cortes nos salários e até mesmo demissões de servidores, medidas previstas em seu pacote, mesmo após uma semana repleta de nomeações de cargos comissionados na prefeitura.

Mas se por um lado o prefeito decidiu partir para o embate, por outro, parte dos vereadores decidiu não recuar de suas convicções.

O vereador de oposição, Marquinho Bacellar (SD), se posicionou contra as duas medidas e pontuou sobre o tema em suas redes sociais, onde chega a chamar de golpe a articulação para aprovar as contas de Rosinha: “Tenho alertado a população sobre a articulação pesada que o prefeito tem feito dentro da Câmara para limpar o nome de sua mãe, sendo que o TCE já rejeitou as suas contas. Eu acredito nos órgãos competentes e não participarei de nenhum golpe.” – Pontuou

O vereador Thiago Rangel (PROS), foi ao Twitter dizer que: “O soldado que tem medo de ir à guerra é um covarde.”, uma possível referência ao prefeito Wladimir Garotinho, que no período eleitoral se dizia capaz de resolver os problemas da cidade sem cortes e medidas que prejudicassem os servidores. “Vivemos um momento muito difícil com a pandemia e não é justo querer prejudicar aqueles que colocam suas vidas em risco para cuidar de todos nós. Não posso concordar com isso de maneira nenhuma” – Enfatizou o vereador sobre a redução de salários dos profissionais da saúde, previsto no pacote do prefeito.

Já Helinho Nahim (PTC), Deixou claro que não votará contra a saúde de campos e serei contra possíveis aumentos no ITBI, referência direta a duas medidas previstas no pacote do Prefeito. “Me colocarei contra tudo que venha a prejudicar o povo de Campos” – Afirmou Helinho. “Jamais abrirei mão das minhas convicções. Se na política, para “ter lado”, for necessário defender radicalmente minhas convicções, já decidi que defenderei” – Concluiu.

O vereador Maicon Cruz (PSC) também já se manifestou contra a aprovação das contas de Rosinha, tendo inclusive votado contra a matéria na comissão da Câmara que analisou o tema. Nos bastidores, outros vereadores também tem se manifestado contra as contas de rosinhas e o pacote de Wladimir.

A Câmara, que nas últimas gestões representava um puxadinho da prefeitura, parece ter dado indícios que nessa legislatura as coisas não vão ser tão simples para o executivo. Wladimir parece não ter herdado de seus pais a capacidade de transformar o poder legislativo em um rolo compressor, estando, por incrível que pareça, atrás até mesmo de Rafael Diniz quando o assunto é relacionamento com os vereadores.

Relacionados

ÚLTIMAS POSTAGENS