Menos de um ano após inaugurar uma fábrica do Porto do Açu, em São João da Barra (RJ), a finlandesa Wärstilä paralisou no mês passado as atividades por tempo indeterminado por conta de adiamentos, feitos a pedido de clientes, do prazo de entrega de encomendas.

A unidade fabrica geradores e propulsores para navios e plataformas. Entrou em operação em março de 2015, com investimentos da ordem de 20 milhões de euros.

Para a imprensa, a empresa disse que a fábrica está em “hibernação” e que a produção será retomada “tão logo sejam confirmados os novos prazos por parte dos clientes”. Por questões contratuais, não revelou quem eram os destinatários das encomendas.

A Wärtsila ressaltou ainda que a maior parte dos funcionários foi realocada para outras unidades.

A finlandesa foi uma das primeiras empresas a se instalar na área do complexo industrial do Açu, idealizado pela LLX, de Eike Batista – hoje, rebatizada de Prumo Logística e sob o controle do fundo americano EIG.

Comente com o seu Facebook
COMPARTILHAR