BLOG DO EDMAR PTAK

Opinião pessoal sobre a política de Campos

EDMAR PTAK | Rafael Diniz por que você não renuncia?

Artigo reflete e opinião do autor.

Nos 2 anos e 10 meses de governo do atual prefeito de nossa cidade está mais que evidenciado que Rafael Diniz não estava preparado para assumir o cargo de gestor das finanças do município. Vou enumerar alguns fatos que caracterizam a total falta de competência:

1 – Rafael Diniz não paga em dia as empresas que prestam serviços a prefeitura. A Empresa Prime, responsável pela locação de ambulâncias, está 7 meses sem receber. Empresa Vital responsável pela coleta de lixo, está 3 meses sem receber. E assim vai… Com isso, empresas idôneas que poderiam participar das licitações e gerar uma disputa para gerar economia para nossa cidade, não participam das licitações pelo fato de que o prefeito é CALOTEIRO.




2 – O município, que tem orçamento de cerca de 2 bilhões de reais, tem comprometido metade desse valor com a folha de pagamento. Mesmo assim, os salários dos RPA’s, DAS e alguns servidores estão atrasados. Ora, por que não se adequa a folha de pagamento? Se tem hoje cerca de 8 mil RPA’s, por qual motivo não se diminuiu esse número? Se hoje há mais de 1.000 RPA’s com salários acima da média paga pelo mercado, por qual razão não se diminuiu a quantidade e valor do salário deles?

3- Em nota conjunta, os 4 hospitais da rede contratualizada pelo município e autorizados pela secretaria de saúde, são eles Hospital Santa Casa de Misericórdia de Campos, Hospital Escola Álvaro Alvim, Hospital Plantadores de Cana e Sociedade Portuguesa de Beneficência de Campos acusam a falta de repasse quanto aos serviços prestados. Assim, vêm a público informar a população que estão numa situação limite e que podem vir a deixar de atender aos pacientes.

4 – Diante disso, fica evidenciado a total falta de gestão com recursos públicos, pois se gasta 40 milhões de reais por mês nos hospitais HGG e Ferreira Machado, que são responsáveis por atender 30% dos pacientes de nossa cidade. E não se paga o repasse de 5 milhões aos 4 hospitais da rede contratualizada, que atendem a 70% da população.

Algo de muito errado está acontecendo nessa administração, colocando em risco a vida da população e o sustento daqueles que hoje trabalham na prefeitura que estão vivendo às custas de doação.

Fica aqui o apelo à Câmara Municipal que fiscalize o governo, ao MPRJ e MPF que tomem as medidas imediatas e ao próprio Rafael Diniz que deixe o orgulho de lado bem como reconheça sua incompetência e renuncie para o bem de nossa cidade. Pois, a cada dia a situação se complica cada vez mais. O que será necessário acontecer para que alguma medida seja tomada contra esse prefeito?

O apelo maior fica a própria população, vítima desse governo. É necessário que se mobilizem e reivindiquem seus direitos, parando de serem expectadores e extravasem sua insatisfação. O silêncio é compreendido como satisfação, como se tudo estivesse funcionando bem.

 

Todo conteúdo publicado é de responsabilidade do autor.

Relacionados

ÚLTIMAS POSTAGENS

error: Conteúdo protegido.