EDMAR PTAK | Estelionato eleitoral

Artigo de opinião

Com base no somatório de diversas promessas eleitorais, todas lamentavelmente não cumpridas, elegemos o Prefeito Rafael Diniz. O discurso “dinheiro tem, falta gestão” não podia ser mais atual, pois o nosso prefeito está renunciando a débitos fiscais de pelo menos R$ 48.000.000,00, que o município tem a receber com o grupo IMNE, onde por coincidência (não mais que coincidência!), Rafael Diniz fez um de seus últimos discursos de campanha.

Rafael comprou uma briga com os servidores, e como uma criança embirrada, se nega a dar um reajuste previsto em lei. Alegava que não conversava com a classe, sob o argumento de que estes estavam agindo de maneira radical. Pois bem, Prefeito, os servidores voltaram ao trabalho e na próxima segunda-feira, dia 17/06, haverá uma greve de advertência de 24hrs no qual os servidores estarão aguardando na Câmara Municipal o seu Secretário de Gestão Pública, André Oliveira, a fim de que forneça os verdadeiros “números” da sua administração. E no dia 08/07, caso persista sua birra em dar o devido aumento, será o dia D, o dia dos servidores e da população se manifestarem a fim de dar um BASTA contra tudo de ruim que sua falta de gestão vem causando ao Município, na praça do Santíssimo São Salvador, a partir das 16h.




A pergunta que fica é: vale a pena está sentado na cadeira de prefeito sendo a pessoa mais odiada do município, após cometer estelionato eleitoral? Pense bem, Prefeito, 2020 se aproxima e todas as suas maldades serão lembradas nas urnas.

- Anúncios -
- Anúncios -

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido.