Brasil

Dilma critica série “O Mecanismo” e Padilha responde: “se soubesse ler, não estaríamos com esse problema”

A polêmica envolvendo a nova série da Netflix, ‘O Mecanismo’, está longe de acabar! Desta vez, quem se pronunciou sobre a produção foi a própria ex-presidente Dilma Rousseff. O cineasta José Padilha respondeu as acusações. Segundo a ex-presidente, o serviço de streaming estaria fazendo uma “propaganda” política, e o seu posicionamento estaria prejudicando o PT com informações falsas.

“A Netflix não pode fazer campanha política. […] Acho importante que a gestão da Netflix perceba o que está fazendo. Não sei se sabe. O cineasta talvez saiba, mas a direção da Netflix não está sabendo onde se meteu. Eu acho isso muito grave. Não vejo porque uma estrutura como aquela dar margem para isso.”

Rousseff continua, ressaltando os impactos que a série poderá trazer, “O que conseguiram com esse processo foi a expansão do ódio, de reprodução desse ódio em escala nacional, um nível de intolerância muito grande e a grande difusão de pequenos grupos de extrema direita pelo país.”

Segundo o cineasta José Padilha, a série é uma ficção, apesar de ser baseada em uma história real. Padilha afirmou que não dirigiu nem escreveu o roteiro em questão. Ele afirmou ainda que a expressão “estancar a sangria” é comum e sem significado: “A repetição do uso de uma expressão idiomática comum, como “estancar a sangria”, não guarda qualquer significado”.

O cineasta ainda chamou o debate de ‘boboca’ e sugeriu que o público petista estaria com dificuldades em provar os outros fatos: esse é um debate boboca, mas que revela algo: “Se a principal reclamação é o uso desta expressão, pode-se imaginar que o público petista está achando difícil negar todo o resto. Nada a dizer quanto aos roubos e desvios de verba públicas praticados por Higino e Tames com os empreiteiros…? Hummm… Interessante”.

Padilha confirmou que alguns fatos foram distorcidos, mas que isto é divulgado no início de cada episódios: “Na abertura de cada capítulo da série avisamos que fatos foram alterados para efeitos dramáticos. Para o pessoal que sabe ler, portanto, não há ruído algum”.

A série é inspirada em acontecimentos reais do Brasil e que impulsionaram o maior escândalo de corrupção de todos os tempos. A história retrata como um pequeno grupo de obstinados investigadores desvenda um monstruoso esquema de corrupção no Brasil e o impacto dessa descoberta em todos os envolvidos e neles próprios.

Comente com o seu Facebook
Dilma critica série “O Mecanismo” e Padilha responde: “se soubesse ler, não estaríamos com esse problema”

To Top
error: Conteúdo protegido.