Desembargadora suspende decisão para Garotinho usar tornozeleira eletrônica

Faltando dois dias para expirar o prazo para o ex-governador Anthony Garotinho colocar a tornozeleira eletrônica, imposta pelo juízo da 2ª Vara Criminal de Campos, a desembargadora Maria Sandra Kayat Direito, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, suspendeu as medidas cautelares para Garotinho.

“Por ora, suspendo os efeitos da decisão que impôs medidas cautelares ao paciente Anthony William Garotinho Matheus de Oliveira no processo nº 0012143-13.2019.8.19.0014, até que seja prolatada decisão acerca da suspeição.”




- Participe -
- Anúncios -

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido.