De rosa a verde: Genásio e a memória seletiva

O vereador Genásio (PSC), que hoje atua como líder do governo Rafael Diniz (PPS), utilizou a tribuna da Câmara ontem para fazer diversas críticas ao governo Rosinha Garotinho e em especial ao ex-governador Anthony Garotinho.

O que mais chama a atenção é a forma como ele atribui vários crimes e irregularidades a gestão passada, de forma genérica, como se abrangesse a todos. O curioso se dá no fato do nobre vereador ter feito parte, durante quase todo o seu mantado, da base de sustentação do governo Rosinha Garotinho. Sendo inclusive um grande cabo eleitoral de Anthony Garotinho nas eleições de 2014 e um grande entusiasta das ações da então prefeita Rosinha Garotinho durante sua gestão.




Em um dos seus ataques a Garotinho, Genásio disparou: “Ele não pode confundir a família dele com a nossa família, nem o grupo político dele com o nosso grupo.”

O problema é que talvez seja difícil até pro nobre vereador não fazer a confusão, uma vez que transitou com muita facilidade do antigo posto de vereador rosa, para o atual de líder dos vereadores verdes.

Talvez o mais coerente seja que nas próximas acusações em que citar o grupo político que esteve a frente da prefeitura até 2016, Genásio não use mais a expressão “eles”, e ao invés disso assuma seu passado político com mais orgulho, utilizando “nós”, pois foi de lá que ele veio.

 

- Anúncios -
- Anúncios -

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido.