A Prefeitura de Campos instituiu Comissão para análise e estudo do Plano de Cargos, Carreiras e Salários. A medida é em consonância ao compromisso firmado pelo prefeito Rafael Diniz com os servidores públicos em proposta de governo. Serão revistas as Leis Municipais 7.346/2002 e 8.133/2009 referentes, respectivamente, ao Plano de Cargos e Carreiras e ao Plano de Cargo, Carreira e Remuneração dos Profissionais do Magistério.
— Queremos que as coisas deem certo e nós temos coragem para fazer as coisas acontecerem e sempre mantendo diálogo transparente com o servidor, a maior riqueza da administração pública — ressaltou o prefeito Rafael Diniz.
A Portaria n° 964/2017 foi publicada no último dia 28 e nomeia representantes indicados pela prefeitura, assim como pelo Sindicato dos Professores e Servidores Públicos Municipais (Siprosep) e pelo Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação (Sepe). O secretário de Gestão Pública, André Luiz Gomes, comenta que a comissão estará atenta a atender a todas as categorias.
— A comissão é formada apenas por funcionários de carreira e eles estarão atentos a atender todas as categorias. Neste primeiro momento, serão observadas as distorções entre os Planos de 2002 e 2009 para solucionar questões que levam a dúvidas e geram conflitos. Em questões que geram impacto financeiro, avaliaremos primeiramente categorias elementares — comentou André.
A subsecretária de Gestão de Pessoas, Rosana Souza Bastos, é presidente da comissão formada por 16 integrantes e um suplente. Assessor Técnico da secretaria municipal de Gestão, Renykson dos Santos Jardim também faz parte da comissão.
— A comissão tem representantes indicados pelo governo e pelo sindicato, justamente, para favorecer um olhar abrangente sobre as necessidades de cada categoria. Sabemos que este será um processo trabalhoso e extenso. Esperamos nos reunir uma vez por mês, mas podemos ter uma frequência maior de acordo com as situações — disse Renykson.
Comente com o seu Facebook
COMPARTILHAR