BLOG DO FABRICIO NASCIMENTO

Opinião, artigos e bastidores da política
ClickCampos.com/Fabricio

Com Participação Especial abaixo do esperado, atraso dos RPAs pode chegar aos 5 meses

Campos recebe, nesta quinta-feira (13), a menor Participação Especial (PE) já registrada em um mês de fevereiro, desde que começou a ser paga, em 2000, e a segunda menor de sua história. A Agência Nacional do Petróleo (ANP) depositou nos cofres da Prefeitura R$ 5,8 milhões.

A PE era aguardada com ansiedade, principalmente pelos trabalhadores RPAs, que já amargam 4 meses de atraso em seus pagamentos. Muitos esperavam que a Prefeitura de Campos realizasse o pagamento de pelo menos um mês após o recebimento da PE. Mas ao que tudo indica, ainda ficará para depois.

No portal oficial da Prefeitura, o prefeito Rafael Diniz falou apenas o discurso padrão da atual gestão, que o município vive uma nova realidade financeira, apenas se queixando da crise, mas não apontando soluções. “Este é o momento de nos unirmos (governo e sociedade) para enfrentarmos a maior crise financeira da história de Campos”, disse Rafael.

Em entrevistas, Rafael sempre alega que a sua gestão vem trabalhando com planejamento. Mas atrasar cinco meses no pagamento de funcionários demonstra o contrário do que é dito. A situação piora com a falta de comprometimento do prefeito em vir a público e falar diretamente com os trabalhadores RPAs, dando alguma previsão de melhora.

Talvez se não tivesse sido perdoado uma dívida de quase R$ 100 milhões de um grupo empresarial, o município teria condições de pagar os RPAs por quase 20 meses. Enquanto isso, milhares de famílias de campos seguem passando por dificuldades e sem perspectiva de melhora.

Relacionados

ÚLTIMAS POSTAGENS

error: Conteúdo protegido.