Campos

Com gritos de “EDSON NAZISTA”, presidente da Câmara adia sessão para votação da “penhora” dos prédios da Prefeitura

O presidente da Câmara Municipal de Campos, Edson Batista, adiou para a próxima quinta (15), as 10h, a sessão que terá a votação do projeto de lei da prefeita Rosinha Garotinho, que prevê a penhora dos bens imóveis da Prefeitura de Campos como garantia do pagamento da dívida de aproximadamente R$ 400 milhões com o PreviCampos.

A decisão do presidente demorou cerca de 3 horas, o que causou indignação geral nos presentes. Com gritos de “FORA CORRUPTOS!” e “EDSON NAZISTA”, os vereadores rosáceos saíram as pressas, onde o presidente da Câmara evitou a “tradicional” entrevista para a TV oficial da casa.

EMENDAS PROPOSTAS POR MARCÃO
O vereador Marcão propôs duas emendas no projeto de lei da prefeita Rosinha. A primeira é que seja proibido a entrega de prédios como o TRIANON, Sede da Prefeitura, prédios com unidades de saúde e educacional e o Teatro de Bolso. A segunda emenda é que caso venha a ser aprovado, o projeto de lei só pode ser sancionada num prazo de 60 dias, o que ocorreria após a posse de Rafael Diniz.

SÃO DECLARADOS CONTRA A PROPOSTA DA PREFEITA ROSINHA
Marcão, Nildo Cardoso, Rafael Diniz, Fred Machado, Neném, Tadeu Tô Contigo, Gil Vianna, Genásio, Zé Carlos e Dayvison Miranda.

AINDA NÃO DECLARARAM O SEU VOTO
Abdu Neme e Álvaro César.

Confira abaixo o vídeo do momento em que foi anunciado o adiamento da sessão

Comente com o seu Facebook

To Top
error: Conteúdo protegido.