A subsecretária de Saúde, Valéria Lopes, se reuniu nesta segunda-feira (9) com a diretoria da Clínica Pró-Rim para tratar da revisão de faturamento da unidade no primeiro semestre. No encontro, na secretaria de Saúde, também foi citada a notícia equivocada de que a unidade fecharia as portas devido ao atraso de pagamento da prefeitura e falta de insumos.

— Alguns valores de produção que foram passados à Secretaria de Saúde passaram por auditoria, foram revisados e constatamos que algumas glosas foram indevidas. Portanto, vamos repassar a eles os recursos a que têm direito no próximo faturamento. Aproveitamos para enfatizar que a clínica não fechará as portas e que os pacientes e seus familiares podem ficar tranquilos – ressalta Valéria.

Valéria lembrou ainda que mais de 200 pacientes fazem o tratamento de hemodiálise na unidade, que recebe mensalmente verba federal e um complemento municipal.

O diretor técnico do Pró-Rim, Raymundo Martins Santiago Neto, ressaltou que ficou surpreso com a notícia veiculada no fim de semana sobre o fechamento da unidade.

— Não fomos ouvidos por nenhum veículo de comunicação. A notícia é equivocada. Existe sim, uma dívida da gestão anterior, desde 2015 e uma pendência de apenas 50% do mês de julho deste ano. Os funcionários estão com seus pagamentos em dia e não há falta de material para atender aos pacientes em hemodiálise — disse.

Comente com o seu Facebook
COMPARTILHAR