fbpx

#SigaOCLICK

City vira sobre o Arsenal nos acréscimos e ganha 11° jogo seguido no Inglês

MAIS LIDAS

Pep Guardiola fechou o ano falando que o Manchester City teria trabalho em 2022 e não seguiria “ganhando todas”. Mas o time contrariou as palavras do chefe em um jogo duro diante do Arsenal, no Emirates Stadium, neste sábado. Com gol nos acréscimos de um provocador Rodri, o líder do Campeonato Inglês buscou a virada por 2 a 1, somou seu 11° triunfo seguido na competição, o 10° em série contra a equipe de Londres, e se mantém com folga na tabela.

O City sofreu bastante na partida. O Arsenal fez um primeiro tempo primoroso, abriu o placar e poderia até ir ao vestiário com vantagem maior. Mas a expulsão do brasileiro Gabriel acabou custando caro no fim. Com seus defensores na área, o City viu Rodri aproveitar o bate-rebate e decretar a virada.

- Advertisement -

O autor do gol provocou a torcida e diversas garrafas e objetos foram atirados no campo, quase causando confusão. O Arsenal não conseguiu empatar na última chance e lamentou um revés em dia de bela apresentação. O City subiu para 53 pontos e segue sobrando no Inglês.

Depois de fechar o ano com um mês de dezembro perfeito, 10 vitórias seguidas e oito pontos de vantagem sobre o vice-líder Chelsea, o City tinha pela frente o embalado Arsenal na abertura de 2022. Além do desgaste físico – jogou dia 28 – os comandados de Pep Guardiola tinham pela frente um rival embalado por quatro vitórias seguidas e 14 gols anotados na série.

E o jogo no Emirates Stadium, em Londres, começou como era previsto, com total domínio do Arsenal. Vítima de ladrões que invadiram sua casa e o agrediram há dois dias, o lateral Cancelo pediu para jogar. Guardiola atendeu, mas viu Gabriel Martinelli ganhar a maioria das jogadas sobre o defensor.

Nada dava certo para o City, com Gabriel Jesus e Bernardo Silva errando acima no normal. Num erro no ataque de De Bruyne, o Arsenal abriu o marcador com Saka aproveitando passe de Tierney.

Com dificuldades de reação nos jogos fora de casa no Campeonato Inglês, o líder tinha de melhorar muito após o intervalo. Guardiola manteve a escalação, mas acabou premiado pela perda de cabeça do Arsenal. Primeiro foi Xhaka quem exagerou na força. Logo depois, Gabriel cometeu pênalti, levou amarelo por reclamação e viu Mahrez empatar, batendo no canto esquerdo do goleiro.

Dois minutos após levar o amarelo pela bronca no lance do pênalti, o brasileiro novamente exagerou na força e acabou expulso ao matar contragolpe do City parando Gabriel Jesus. Saiu aplaudindo o árbitro com ironia. Com um a mais, Guardiola optou por sacar o atacante brasileiro e reforçar a marcação com Gundogan. Queria se proteger e buscar a vitória sem correr mais sustos como foi no primeiro tempo totalmente de imposição do jovem time do Arsenal.

Ganhou com gol nos acréscimos após crescimento quando teve vantagem numérica em campo. Em dia no qual o empate seria mais justo, novamente o City saiu vencedor.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Mais notícias