Chances de chuva deixa Defesa Civil em estado de atenção

O período de fortes chuvas mantém a Defesa Civil em estágio de atenção no município de Campos. A previsão é de que, até a próxima segunda-feira (14), chova aproximadamente 64mm no município. O acumulado do mês até esta quinta-feira (10) é de 52,8 mm e, este ano, já choveu mais de mil milímetros em Campos. O Grupo de Emergência em Alagamentos atua preventivamente com limpeza de galerias e revisão das bombas dos cisternões. A Defesa Civil segue monitorando pontos críticos e encaminhando equipes em casos de necessidade. Somente nesta quinta-feira (10), choveu 33, 8mm.
— Nos próximos dias a intensidade da chuva tende a diminuir, mas ainda está previsto aproximadamente 64 mm até a próxima segunda-feira (14). A Defesa Civil segue com ações pelo município e atenta a qualquer chamado — comentou o coordenador da Defesa Civil, major Edison Pessanha.
Apesar da forte chuva sobre Lagoa de Cima na quarta-feira (09) à noite, a Defesa Civil não recebeu chamado de emergência, mas esteve no local nesta manhã (10) para avaliar possíveis danos. O incidente não gerou desabrigados nem desalojados, mas o órgão atuou com auxílio de bombas para esgotamento de água acumulada em determinados pontos.
No distrito de Guarus, um novo canal de drenagem começou a ser construído pela Secretaria de Infraestrutura e Mobilidade Urbana na rua Lindolfo Fraga para evitar o acúmulo de água na Souza Mota. As duas vias dão acesso à Ponte Alair Ferreira. Para não prejudicar o trânsito na BR-101, foi solicitada a intervenção da Arteris, responsável pela rodovia. O trânsito foi desviado e sinalizado por equipes da empresa.
— O canal de drenagem da região se encontra extremamente assoreado, não sendo possível a recuperação do mesmo. Devido isso, iniciamos a reconstrução deste sistema. Paralelamente, é realizado o esgotamento do cisternão do Parque Santa Helena, para instalação de bomba — comentou o secretário de Infraestrutura e Mobilidade Urbana, Cledson Bittencourt.
Ações preventivas também são tomadas na área rural para auxiliar o setor agrícola. Nas últimas semanas, a Defesa Civil, junto à Secretaria de Infraestrutura, realizou a limpeza de canais na Baixada Campista. Através de maquinário especial, foi retirada a vegetação acumulada nos pilares da Ponte do Gote, que cruza o Canal das Flechas, e também em um trecho do Canal Coqueiros, na localidade de Pitangueiras. Essas ações são essenciais para permitir o fluxo adequado de água nos canais.




- Advertisement -

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido.