Campos também chora com 30% a menos.

Não é de hoje que as verbas da educação brasileira passam por cortes, ou nomes mais bonitos como “contingenciamentos”.

Para a nossa cidade, que é privilegiada por possuir diversas universidades públicas, como a UFF, UFRRJ, UENF(esta estadual) e tantas outras, somos destaque pelo privilégio da presença de dois campus do IF Fluminense no território campista.

O corte de  30% da verba das universidades federais, é mais uma atitude covarde e desprovida de visão de futuro, ainda mais quando se planeja a recriação de outros ministérios, onerando a vida financeira do governo federal, com objetivo de equilíbrio político.

Força aos estudantes, que fazem destas casas do saber a sua segunda morada, a escada, o trampolim para a jornada profissional e tecnológica.

Estamos em um país que assombrosamente parece se afastar da evolução, ao investir mais em fuzil, do que em educação.

- Anúncios -
- Anúncios -

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido.