Campos

Campos registra 110 milímetros de chuva em 24 horas, e tem previsão de mais chuva nesta quarta

Em 24 horas – das 7h da manhã de terça-feira (30) às 7h de quarta (31) – Campos registrou 111,2mm de chuva na margem direita do Rio Paraíba do Sul. Bombas dos cisternões da Rua Rocha Leão e do Campo do Grêmio, em Guarus, funcionaram. Já o volume registrado no pluviômetro, no pátio da Coordenadoria Municipal da Defesa Civil, em Guarus, foi de 85mm. A previsão de acordo com os institutos de meteorologia, para terça era de 45mm e o acumulado máximo da semana seria 80mm. Um milímetro de chuva equivale a um litro de água que cai em um metro quadrado de área.
Durante a chuva mais intensa, vários pontos de alagamento foram registrados na cidade, até mesmo a elevação do nível do Canal de Tócos, no Parque Aurora. A maior concentração de chuva foi a partir das 18h de terça. Segundo o diretor executivo da Coordenadoria Municipal da Defesa Civil, major Edison Pessanha, desde a meia-noite desta quarta-feira, equipes do órgão estão nas ruas.
No cruzamento das Ruas Rocha Leão, Espírito Santo e Conselheiro Thomás Coelho, no Parque Tomás Coelho, devido ao acúmulo de lixo nas galerias pluviais, a bomba teve que ser acionada manualmente. Na região do Campo do Grêmio, em Custodópolis, a bomba funcionou automaticamente e não houve alagamentos como em períodos anteriores.
– Foi um volume muito grande de chuva e alagamentos, nestas circunstâncias, são inevitáveis. Em alguns pontos, alagamentos tiveram maior proporção devido a lixos nas ruas. Pedimos ã população que não jogue no chão garrafa, copo, papel, embalagens. Isso tudo contribui para o entupimento das galerias pluviais e em dias de chuva, a situação piora, como aconteceu nesta terça na Pelinca – ressaltou o major. “No geral, as medidas preventivas funcionaram bem, com bombas atuando no Campo do Grêmio e na Rocha Leão (Posto Ilha) sem maiores problemas. Quando questões envolvem variações climáticas, tudo pode acontecer. Locais secos, desertos, podem sofrer inundações”, completou o coordenador, major Geremias Neto.
Para esta quarta-feira, a previsão do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) é de chuva moderada a forte em toda região Norte Fluminense.
Comente com o seu Facebook

To Top
error: Conteúdo protegido.