A Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes retorna às atividades das sessões plenárias na reabertura dos trabalhos legislativos deste ano, nesta terça-feira, às 17 horas, após o recesso parlamentar. Na ocasião, o secretário municipal de Governo, Anthony Garotinho, irá ler a mensagem oficial do Executivo, em nome da prefeita Rosinha Garotinho, e também falará também sobre as expectativas e projeções para este ano diante da crise nas esferas municipal, estadual e federal.

“Como de praxe sempre acontece, o Executivo se fará representar na abertura dos trabalhos da Câmara, Garotinho falará das medidas e diretrizes implementadas pelo governo em mais um ano de crise e também irá traçar um panorama da crise nas esferas municipal, estadual, nacional e mundial, que se estenderá por 2016, com a desaceleração da China, com as bolsas da Europa despencando, a exemplo do preço do barril do petróleo. Campos não está imune a esse contexto”, explicou o presidente da Câmara, vereador Edson Batista.Num ano eleitoral, a previsão é de debates ainda mais acirrados na Câmara durante as sessões. “A previsão é de um ano essencialmente político, com de definições de chapas e nominatas, de formalização de acordos para organização de quadros para as eleições, onde a política será preponderante sobre a agenda administrativa”, acrescentou.“Tudo que a Câmara tinha que fazer para enfrentamento da crise já foi feito no ano passado, como as alterações na nova planta do IPTU, a taxa de iluminação e os projetos de renegociação de débitos, como os Refis, entre outras medidas aprovadas, visando aumentar a receita própria do município”, finalizou.

Vale lembrar, que a câmara aprovou o “pacote da maldade”(Novos impostos e taxas, apelidado “carinhosamente” pela oposição), e a medida mais polêmica, que dividiu a cidade, a “venda do futuro”.

*Fonte: Ascom Câmara
Comente com o seu Facebook
COMPARTILHAR