Foi proposto pelo vereador Álvaro Oliveira (SD) e aprovado com o consenso de todos os vereadores, uma moção de repúdio ao Deputado Federal Jair Messias Bolsonaro (PSC), devido a declarações consideradas ofensivas, dadas pelo deputado em um discurso para cerca de 300 pessoas no auditório do clube Hebraica, na zona sul do Rio de Janeiro.

Estiveram presentes líderes de diversos movimentos sociais, que se manifestaram dentro da câmara municipal com cartazes e gritos de ordem.

Além do vereador que realizou o pedido, outros vereadores usaram a tribuna para se solidarizar com os movimentos presentes e criticar as declarações do deputado Bolsonaro. O fato curioso foi a manifestação do vereador Genásio (PSC), que também condenou toda e qualquer declaração racista e também se solidarizou com os presentes, mesmo sendo do mesmo partido do deputado. Apesar de não ter assinado o requerimento, o vereador votou junto com os demais, tendo a moção sido aprovada com unanimidade.

Entre os presentes estavam figuras que são referência na luta contra o preconceito e a discriminação racial, sexual e social na cidade de Campos, como por exemplo Gilberto Coutinho, conhecido no meio como Totinho Capoeira.