fbpx

#SigaOCLICK

Caça Asteroides: equipes do Brasil encontram 1.423 corpos celestes

MAIS LIDAS

Nicole de Oliveira veio de Fortaleza para Brasília para receber a honraria após participar do programa Caça Asteroides. Com apenas oito anos, a pequena é apaixonada pela astronomia. 

“Participar do Caça Asteroides é uma experiência incrível para mim, e tem gerado muitas oportunidades para mim e para todas as crianças”. 

- Advertisement -

A estudante Larissa Paiva, do interior do Ceará, entrou no programa com um notebook emprestado e só tem palavras de incentivo para quem quer participar. 

“É uma experiência sensacional, onde não trabalha somente o aprendizado e a pesquisa, mas também o trabalho em equipe, o carinho, o amor pela ciência, pela astronomia, que é o que nos une aqui”. 

Programa Caça Asteroides abre oportunidades para crianças e adultos

Cinquenta voluntários foram homenageados, em nome dos mais de três mil brasileiros que participaram do primeiro ano de caça aos asteroides, promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), em parceria com a Nasa. As equipes do Brasil encontraram 1.423 asteroides. 

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, falou sobre a importância do estudo e em acreditar para realizar os sonhos. 

“Fácil não é. Nada é fácil: tudo é difícil, tudo é complicado, sem dúvida nenhuma. Mas tudo é possível”. 

O Caça Asteroides também tem como objetivo popularizar a ciência entre voluntários, que são capazes de fazer descobertas e participar da astronomia prática. Qualquer um pode participar do programa: os inscritos recebem um pacote de imagens captadas por telescópios, e com software, conseguem identificar nessas imagens padrões de possíveis asteroides. 

Com informações da Agência Brasil

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Mais notícias