Politica

Cabo Daciolo se diz perseguido por seitas e vai a monte jejuar

“Glória! Glória a Deus!”. Do alto de uma montanha, o candidato à Presidência da República pelo Patriotas, Cabo Daciolo, começou mais um discurso inflamado, nesta segunda-feira, agradecendo a Deus e associando a crise política, econômica e social brasileira a problemas no âmbito espiritual. Em um vídeo de cerca de 15 minutos no Facebook, Daciolo diz ainda que vai manter o Bolsa Família e que não irá fazer uma Reforma da Previdência caso seja eleito. Ele argumenta que a Previdência Social é superavitária: “Tem dinheiro, e dinheiro de sobra”.

Em um trecho do discurso, Daciolo diz que a “nova ordem mundial” vai tentar matá-lo. Ele “revela” que a estratégia para a campanha será ficar nos montes orando. No vídeo, Daciolo confirmou presença no debate que vai ocorrer nesta sexta-feira, na Rede TV.

— Quero revelar que a estratégia que Deus nos deu é ficar nos montes orando. Porque eles vão tentar me matar. Eles querem me matar. Mas aqui não toca, só com autorização divina.

O candidato do Patriotas diz que vai manter o Bolsa Família, por causa dos 14 milhões de brasileiros que vivem em extrema pobreza, e que a Previdência no Brasil é superavitária.

— Exitem direitos e deveres. Direito à educação, saúde, alimentação, trabalho, moradia, transporte, lazer, segurança e a Previdência Social. Lembramos a todos que a Previdência é superavitária. Não existe déficit na Previdência. Guardem isso. No nosso governo não vai ter reforma da Previdência não. Tem dinheiro, e dinheiro de sobra — disse.

O candidato diz que estava “no monte, orando e jejuando”. Segundo Daciolo, as crises no país estão no plano espiritual.

— Essa guerra está no plano espiritual. Vão tentar nos tachar de louco, vão tentar fazer o que fizeram com o doutor Enéas. Não tem como lutar contra esse sistema de forma natural. De forma natural, eles matam. Esses homens não tem amor a si próprio. Querem se perpetuar no poder, eles atropelam quem estiver na frente deles. Mas só que eles estão lutando contra um servo do Deus vivo.

Daciolo crtiica o que ele chama de “nova ordem mundial” e diz que os iluminatis e a maçonaria vão sair da nação brasileira:”A nação brasileira é do senhor Jesus Cristo”.

Em um discurso repleto de agradecimentos a Deus e referências a Bíblia, o candidato diz ainda que é contra o aborto.

Fonte: O GLOBO

Comente com o seu Facebook
Cabo Daciolo se diz perseguido por seitas e vai a monte jejuar

To Top
error: Conteúdo protegido.