fbpx

#SigaOCLICK

Barcelona chega a 10 casos de covid-19 e Atlético de Madrid anuncia 5 positivos

MAIS LIDAS

O futebol na Espanha passa por um surto de covid-19 nos clubes no final de 2021. Nesta quinta-feira, Barcelona e Atlético de Madrid anunciaram novos casos em seus elencos. No clube catalão, o meia brasileiro Philippe Coutinho, o lateral Dest e o atacante Ez Abde se juntaram a outros sete casos anteriores e o total chegou a 10. No de Madri, os infectados pela doença são o técnico argentino Diego Simeone e quatro jogadores.

Desde a última segunda-feira, Real Madrid, Real Sociedad, Betis, Cádiz, Levante, Elche, Sevilha e Valencia foram outros clubes que confirmaram a existência de jogadores infectados. O Rayo Vallecano também está muito limitado devido aos casos positivos em seu elenco.

- Advertisement -

De acordo com a direção do Barcelona, que fez o anúncio dos novos casos em um comunicado em seu site oficial e nas redes sociais, todos estão isolados em suas casas, todos em bom estado de saúde. O trio entra para uma lista de atletas infectados que já contava com Daniel Alves, Jordi Alba, Umtiti, Lenglet, Dembélé, Baldé e Gavi.

Com 10 jogadores atingidos pelo surto e uma série de lesionados, o técnico Xavi Hernández pode ter problemas para escalar o Barcelona diante do Mallorca, neste domingo. O número de baixas pode chegar a 18 e o treinador teria dificuldades para montar até mesmo o time titular – além de compor seu banco de reservas com todos os atletas de linha vindos da equipe B.

O Atlético de Madrid, por sua vez, viu os cinco casos surgirem de forma simultânea na reapresentação do elenco após a pausa de fim de ano. Todo o elenco realizou testes no retorno e testaram positivo, além de Simeone, o meia Koke e os atacantes João Félix, Antoine Griezmann e Herrera. Todos estão assintomáticos e em suas casas.

Assim como outras grandes ligas europeias, como a da Inglaterra e de Portugal, o Campeonato Espanhol tem visto seus clubes com diversos casos de covid-19 ao longo de dezembro – mês marcado pelo aumento de testes positivos em toda a Europa, impulsionado pela variante Ômicron, considerada com alto potencial de infecção. Já são mais de 90 casos no mês na primeira divisão espanhola.

Por conta disso, a liga espanhola estabeleceu um novo protocolo de prevenção, que impõe, entre outras medidas, que os jogadores sejam submetidos a testes PCR após folgas de Natal, intervalos em Datas Fifa ou descanso de três ou mais dias.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Mais notícias