fbpx

#SigaOCLICK

Argentino Juan Martin Del Potro confirma intenção de jogar o Rio Open em 2022

MAIS LIDAS

Ex-Top 3 do ranking da ATP e vencedor de Grand Slam – o US Open de 2009 -, o argentino Juan Martin Del Potro confirmou a sua intenção de jogar a edição de 2022 do Rio Open. Já estão garantidos no maior torneio da América do Sul o italiano Matteo Berrettini, o norueguês Casper Ruud – ambos Top 10 – e os espanhóis Carlos Alcaraz e Pablo Carreño Busta. O evento, um ATP 500, acontecerá de 12 a 20 de fevereiro no Jockey Club Brasileiro, no Rio de Janeiro.

“Continuo treinando com tudo. Tem dias melhores que outros, mas sempre com a esperança de voltar no início do ano que vem. Seria muito especial voltar em Buenos Aires e jogar no Rio também. Trabalho com a ilusão e o esforço que vocês estão acompanhando para que a gente possa se ver. Nas próximas semanas vou contando como está a minha evolução”, disse o argentino.

- Advertisement -

No circuito da ATP, o tenista disputou apenas dois torneios no Brasil: em 2006, na Costa do Sauipe (BA), e nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, onde eliminou o sérvio Novak Djokovic e o espanhol Rafael Nadal, conquistando de vez os fãs brasileiros com seu carisma, garra e superação e foi medalha de prata.

Um dos nomes mais queridos do circuito profissional pelo público, Del Potro tem 22 títulos, incluindo o US Open em 2009, além de ter atingido a terceira colocação do ranking da ATP em 2018. O argentino também liderou a equipe de seu país na conquista da primeira Copa Davis, em 2016, e foi medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.

O tenista passou por uma quarta cirurgia no joelho e está fora de ação desde o ATP 500 de Queen’s, na Inglaterra, em 2019. Focado no retorno às quadras, Del Potro está em plena recuperação, já treinando no saibro e fazendo o possível para poder jogar o ATP 250 de Buenos Aires e o Rio Open pela primeira vez na sua carreira.

“Sempre foi um sonho ter o Del Potro jogando o Rio Open e estamos esperançosos em concretizá-lo em 2022. Desde que fechamos o acordo que ele faria sua volta ao circuito na América do Sul temos acompanhado o longo processo de recuperação do joelho, torcendo pra que ele esteja 100% em fevereiro. Espero que o público brasileiro que tem tanto carinho por ele quanto os argentinos tem pelo Guga entrem nessa corrente positiva pra que possamos vê-lo em ação no Rio,” disse Luiz Carvalho, diretor do torneio.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Mais notícias