fbpx

#SigaOCLICK

BLOG DO HUGO PEREIRA

Opinião, artigos e bastidores da política

Após a criação do IPTU retroativo vem aí a taxa dos túmulos.

O município de Campos não conseguiu oferecer auxílio aos desempregados, tampouco aos empreendedores e empresários alegando a grande crise financeira.

Esta mesma cidade tem reajustado contratos, aumentado o número de cargos de confiança, criado novas secretarias e vem tentando reajustar impostos desde o início do ano.

Algumas metas já foram realizadas, porém, a metralhadora de impostos e taxas segue com munição. Mirada no cidadão, o tiro do momento é no contribuinte que possui túmulos nos cemitérios públicos, voltando a cobrar a taxa de manutenção destes, o que não ocorre desde 2018.

Agora, para conseguir enterrar o ente querido, o campista vai precisar acertar um boleto no valor de R$134,03 (cento e trinta e quatro reais) para conseguir se despedir deste momento cruel, que nenhum de nós quer passar. Já que não houve ajuda financeira durante a pandemia, a Prefeitura de Campos decidiu sufocar quem está tentando sobreviver às lesões causadas na pandemia.

Relacionados

ÚLTIMAS POSTAGENS