Alvaro Oliveira: Prefeitura gasta com propaganda o dobro do que gasta contra a dengue

O vereador Alvaro Oliveira ressaltou, hoje, o alarmante dado da epidemiologia do município que revela mais de 2.500 casos de chikungunha. Segundo o parlamentar, Centro de Controle de Dengue (CCD) está realizando “mais de 200 atendimentos por dia e as fichas estão faltando para as pessoas que estão chegando lá”.

O índice médio de infestação subiu de 1,2%, em fevereiro, para 4,4% no mais recente Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedis aegypti(LIRAa). O tolerável é em torno de 1%.




Alvaro relembra a campanha eleitoral de 2016 e ressalta o gasto do Executivo com publicidade em detrimento da prevenção em controle de zoonoses.

– O que ou quem é responsável por esse aumento? Era dito por um certo candidato a Prefeito que a cada R$ 1,00 investido em prevenção, economizam-se R$ 5,00 em gastos com Saúde. Checando os números no Portal da Transparência vemos que a Pefeitura investiu R$ 1,5 milhão em Vigilância Epidemiológica no ano de 2018, mas gastou quase R$ 3 milhões em Propaganda. Com essa falta de investimento, os profissionais do CCZ que trabalham na prevenção sofrem com a falta de EPI e material para trabalhar, nem o veneno para aplicar nas casas tem direito. Para o governo, investir em propaganda(muitas vezes enganosa), parece ser mais importante do que investir em vigilância epidemiológica! A atual gestão de Campos, por não investir em prevenção, está tendo que correr atrás da doença.

- Anúncios -

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido.
WhatsApp chat