fbpx

#SigaOCLICK

Alfa Romeo anuncia Guanyu Zhou e Fórmula 1 terá seu 1º piloto chinês da história

MAIS LIDAS

Está fechado o grid da Fórmula 1 para 2022. A Alfa Romeo anunciou nesta terça-feira que Guanyu Zhou, de 22 anos, substituirá o italiano Antonio Giovinazzi e terá como companheiro de equipe o finlandês Valtteri Bottas, da Mercedes. Agora as 10 equipes estão com suas duplas definidas para a próxima temporada, que pela primeira vez na história terá um piloto chinês.

Piloto de testes da Alpine e correndo na Fórmula 2, Zhou dirigiu o carro de Fernando Alonso no começo da temporada da Fórmula 1 e desde então despertava o interesse da Alfa Romeo. Com a ideia da equipe em mesclar a experiência de Bottas com um jovem talentoso, Zhou acabou escolhido.

“É um prazer receber Guanyu Zhou na Alfa Romeo Racing”, disse Frédéric Vasseur, diretor executivo da equipe. “Ele é um piloto muito talentoso, como seus resultados na F2 mostraram, e estamos ansiosos para ajudar seu talento a florescer ainda mais na Fórmula 1.”

Vasseur comemorou a nova dupla da Alfa Romeo. “Estamos orgulhosos de nossa formação para 2022 e confiantes de que Zhou formará uma parceria de muito sucesso com Valtteri. Também estamos ansiosos para dar as boas-vindas a todos os novos fãs chineses que se juntarão à equipe. Alfa Romeo Racing é uma marca histórica e que incorpora o espírito da Fórmula 1. Faremos o nosso melhor para tornar a experiência do nosso esporte excelente na China.”

Zhou festejou bastante a primeira chance na Fórmula 1 e promete não decepcionar. “Eu sonhava desde muito jovem a escalar o mais alto que pudesse em um esporte pelo qual sou apaixonado e agora o sonho se tornou realidade. É um privilégio para mim começar minha carreira na Fórmula 1 com uma equipe icônica, uma equipe que introduziu tantos jovens talentos na Fórmula 1 no passado. Agora o sonho é realidade”, disse o jovem chinês.

O piloto da UNI-Virtuosi no campeonato de Fórmula 2 deste ano foi além. “Sinto-me bem preparado para o imenso desafio da Fórmula 1, o ápice do meu esporte, ao lado de um talento comprovado de classe mundial que é o Valtteri Bottas. Agradeço à equipe Alfa Romeo Racing por esta oportunidade. No próximo ano, a meta será aprender o máximo e o mais rápido possível”, enfatizou.

“Ser o primeiro piloto chinês na Fórmula 1 é um avanço para a história do automobilismo chinês. Sei que muitas esperanças estarão depositadas em mim e, como sempre, vou tomar isso como motivação para me tornar melhor e alcançar mais”, concluiu.

A temporada de 2022 começará em março. Mesmo sem corrida na China no próximo calendário, os chineses agora terão um motivo a mais para acompanhar a Fórmula 1.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Mais notícias