Alegando crise, prefeito de Cabo Frio exonera cargos comissionados

A Prefeitura de Cabo Frio, Região dos Lagos do Rio, exonerou a partir deste sábado (1º) funcionários contratados para cargos comissionados e funções gratificadas. A publicação foi feita no Diário Oficial do dia 28 de maio

O motivo, de acordo com o município, são as dificuldades financeiras e a necessidade de mudanças na estrutura administrativa.




A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Municipal tem até dia 10 de junho para votar o projeto apresentado pelo poder executivo com o objetivo de definir a nova estrutura da prefeitura e “enxugar a máquina pública”. Após a votação, outras contratações deverão ser feitas.

A Prefeitura não informou quantos funcionários foram exonerados, nem a economia que a medida irá gerar. A publicação no Diário Oficial lista apenas os cargos em que os contratados foram mantidos.

Confira os cargos mantidos:

– Controlador-geral do município;

– Procurador-geral do município;

– Secretários municipais;

– Secretário-adjunto de fazenda;

– Secretário-adjunto de educação;

– Tesoureiro municipal;

– Procuradores fazendários;

– Procuradores jurídicos;

– Servidores responsáveis pela coordenação do abrigo municipal casa da criança, pelo processamento da folha de pagamento e pela movimentação e controle de contas bancárias, inclusive dos fundos especiais, listados no anexo único deste decreto.

– Diretor de escola i, ii e iii;

– Diretor-adjunto;

– Dirigente de turno i, ii e iii.

- Anúncios -
- Anúncios -

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido.