fbpx

#SigaOCLICK

Afinal, porque é tão difícil adotar uma vida saudável? A ciência responde

MAIS LIDAS

Hábitos tidos como importantes para se levar uma vida saudável são relativamente conhecidos da população em geral. Contudo, mesmo tendo um “mapa do tesouro”, para a maioria das pessoas é muito difícil mudar os hábitos e passar a se alimentar melhor e fazer mais atividades físicas.

Apesar de uma vida saudável ser algo que pareça individual, os comportamentos ruins relacionados à saúde podem causar um problema social sério no futuro. Estima-se que em 40 anos, seja necessário que uma em cada três pessoas precisem trabalhar com saúde para suprir a demanda.

Estimativas assustadoras

Estima-se que em 2060 a demanda necessária para atender a população seja de que um em cada três pessoas seja um profissional de saúde. Crédito: CC0/Domínio Público

Para efeito de comparação, hoje, apenas uma a cada sete pessoas trabalha na área da saúde, sendo que a preparação para atuar neste campo é bastante complexa e morosa. Porém, este problema tem uma possível solução amplamente conhecida, a adoção de uma vida saudável.

Mas se parece tão simples na teoria, por que é tão difícil para tanta gente mudar de hábitos? A resposta está em nosso cérebro. A dificuldade de mudar de hábitos vai desde alguns mitos, derrubados pela ciência, mas que ainda acreditamos, até em não sermos tão fortes quanto pensamos.

Não é só saber o que fazer

Um desses mitos é o de que basta um médico nos dizer que reduzir o peso corporal vai resolver uma série de problemas de saúde existentes e futuros. Hoje, se sabe muito mais sobre os benefícios da atividade física, por exemplo, do que formas de incentivar as pessoas a se exercitar.

Isso pode querer dizer que existe um clima geral de muito otimismo em relação à autossuficiência das pessoas com a saúde. Ou seja, o pensamento hegemônico é de que basta sabermos os benefícios de algo, sem necessariamente descobrir como convencer as pessoas sobre como adotar esse hábito.

Leia mais:

Obesidade aumenta gastos médicos para pacientes com câncerEstudo indica que fatores genéticos podem proteger contra a obesidadeComer em excesso não é a principal causa da obesidade; saiba qual é segundo pesquisa

Existe um ditado popular que diz que “de boas intenções, o inferno está cheio”, e boas intenções não são só as que são direcionadas para terceiros. Muitas vezes, nós temos boas intenções para nós mesmos, como comer menos doces ou a velha resolução de ano novo de perder alguns quilos.

“Fraqueza de vontade”

Preparar alimentos saudáveis é mais trabalhoso do que optar por alimentos como fast food, por exemplo. Crédito: CC0/Domínio Público

Porém, só boas intenções não são suficientes para ter uma vida saudável, já que hábitos saudáveis são trabalhosos. Por exemplo, é muito mais difícil levar uma marmita com uma comida caseira do que simplesmente passar em um fast food ou pedir algo no delivery na hora do almoço.

Isso acontece porque a zona de conforto não tem esse nome à toa, ela é bastante confortável. Por mais que tenhamos muita força de vontade, só isso, pode não ser o suficiente para ter uma vida mais saudável.

Prestar atenção em tudo

O desenvolvimento de uma rotina é fruto de uma série de normas e hábitos, desde a distância entre a casa e o trabalho, até o modal de transporte usado para fazer esse trajeto. Sendo assim, mudar toda uma rotina para ter hábitos melhores pode precisar de muito mais do que “só” força de vontade.

A maior parte das escolhas que fazemos no nosso dia-a-dia não é exatamente consciente, mas numa espécie de “piloto automático”. Isso significa que a maior parte da nossa rotina acontece sem que estejamos exatamente prestando atenção naquilo que nós estamos fazendo.

Porém, a adoção de hábitos que levem a uma vida saudável depende de prestarmos bastante atenção em cada passo que estamos tomando e, caso eles possam nos prejudicar, fazer um esforço, esse sim, consciente e até mesmo “antinatural” para mudá-los.

Via: Medical Xpress

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Afinal, porque é tão difícil adotar uma vida saudável? A ciência responde apareceu primeiro em Olhar Digital.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Mais notícias