Advogado propõe alternativa para prefeitura conceder reajuste aos servidores

Recebemos em nossa redação uma ótima sugestão para o prefeito Rafael Diniz conceder o reajuste de 15%, proposto pelos servidores públicos municipais. A sugestão enviada pelo advogado Cleber Tinoco é que Rafael Diniz implemente no município o pregão eletrônico, que inclusive, foi uma de suas muitas propostas em campanha que não foram realizadas.

O pregão eletrônico já foi implementado em outras grandes cidades do país, gerando uma economia absurda aos cofres públicos. Em Várzea Grande, cidade do Mato Grosso, a economia foi de 27% (AQUI) após a cidade aderir ao pregão eletrônico. Já em Maringá, a economia chegou na casa de 44% (AQUI).




— O pregão além de dificultar conluios e fraudes em licitações, aumenta a competição entre empresas interessadas e, consequentemente, reduz os valores dos produtos e serviços contratados —, explica o advogado.

Cleber entende que seria a alternativa viável para o reajuste, mesmo que não fosse de 15% proposto pela classe, mas seria superior aos 4,18% proposto pelo prefeito. “Ora, se não for possível alcançar o patamar reclamado pelos servidores, ao menos um percentual acima do proposto pelo governo seria viabilizado com a economia gerada pelo pregão eletrônico”.

Em matéria de 2015, o Jornal do Comércio destacava que o Pregão Eletrônica gera uma média de 25% de economia aos municípios. O percentual seria mais do que suficiente para conceder o reajuste de 15% sugerido pelos servidores.

- Anúncios -

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido.