O advogado Cristiano José Sampaio Neto, representando a defesa do Cabo Alonsimar, divulgou uma nota à imprensa, onde explica, segundo a versão do ex-vereador, o fato ocorrido no início da tarde deste domingo (13).

Confira a nota completa:

Por volta das 12 horas, Cabo Alosimar dirigiu-se a casa de seu assessor FABIANO, com fins de interpelar este a respeito do desaparecimento de um celular de propriedade de sua esposa, ocorre que ao se confrontado Fabiano ficou agressivo e arremessou água fervente em direção de Alonsimar, ato contínuo, fazendo uso de uma faca Fabiano desferiu um golpe no tórax e na sequencia tentou se apoderar da arma que Alonsimar portava, neste momento, já em “vias de fato”, ocorreu um disparo que atingiu a mão de Alonsimar e seus estilhaços atingiram a senhora que é a mãe de Fabiano. Por derradeiro esclarece que Alonsimar e Fabiano já se conheciam há mais de trinta anos, relação iniciada com movimentos estudantis, notadamente, Federação dos Estudantes de Campos – FEC.

Todavia, ao longo da vida, Fabiano sucumbiu ao uso de drogas, mas encontrava-se sóbrio até o dia de hoje. O Cabo Alonsimar lamenta o desfecho do fato, ficando triste pelos ferimentos sofridos pela senhora que é mãe de Fabiano. Assim, agradece ao apoio dos amigos e, sobretudo, render as devidas homenagens a todos os profissionais do HOSPITAL FERREIRA MACHADO, desde o condutor da maca, até os profissionais médicos, enfermeiros e técnicos.”

Comente com o seu Facebook