Foto: Divulgação

Um incêndio atingiu na última terça(12), atingiu uma plataforma da empresa Queiroz Galvão Óleo e Gás (QGOG), ancorada na Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro. A unidade estava em manutenção. O acidente deixou 14 pessoas feridas, que foram encaminhadas ao Hospital de Clínicas de Niterói, cidade na região metropolitana. Três tripulantes ainda seguem internados, com quadro de saúde estável.
A plataforma Lone Star passava por reparos no Estaleiro Mauá quando houve o acidente em um equipamento vinculado ao sistema elétrico da embarcação, de acordo com a empresa. “No final da tarde de segunda-feira, durante operação de manutenção de um motor elétrico na plataforma Lone Star, ocorreu um princípio de incêndio que foi rapidamente debelado e não causou danos à unidade”, informou a Queiroz Galvão.

De acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos de Niterói e Itaboraí, os três trabalhadores que seguem internados estão em observação devido à quantidade de fumaça inalada. Eles atuavam como brigadistas antifogo. Durante o incêndio, ajudaram na evacuação da unidade.
O sindicato informou ainda que a evacuação rápida evitou consequências mais graves. No momento em que o incêndio começou, metalúrgicos atuavam no reparo do equipamento. Os sindicalistas informaram que acompanham a investigação das causas do incêndio.

Segundo a Queiroz Galvão, a plataforma estava parada para manutenção programada. A Lone Star é uma plataforma de perfuração destinada a atuar em águas profundas, atingindo até 30 mil pés de profundidade. A SS-79 está em operação desde abril de 2011.

aplicativo2322

Com informações do portal Rio Das Ostras Notícias

Comente com o seu Facebook