fbpx

#SigaOCLICK

Abel Ferreira promete muito trabalho para resgatar a ‘coragem’ do Palmeiras

MAIS LIDAS

O Palmeiras não jogará a toalha no Brasileirão enquanto tiver chances de título. Mas Abel Ferreira não esconde que já está utilizando a competição em busca de aprimoramento para a decisão da Copa Libertadores diante do Flamengo, no fim de novembro, em Montevidéu, no Uruguai. E o time inteiro foi reprovado na primeira aula. A derrota para o América-MG, por 2 a 1, de virada, com o time acuado e apenas se defendendo após ter aberto o placar deixou o português irritado. Ela não admite ver seus atletas com medo de jogar e promete intenso trabalho para resgatar “a coragem palmeirense.”

O time jogar na defesa contra Flamengo e Atlético-MG os torcedores até aceitam. Mas vê-lo tentando segurar um 1 a 0 diante do ameaçado América-MG custou muitas críticas ao treinador. Ele se defende e promete mudança de postura.

- Advertisement -

“Perdemos de um rival que foi corajoso e audacioso. Não tivemos capacidade de impor o jogo. Mas o Palmeiras não se resume a transitar”, garante, sem esconder que anda incomodado com as cobranças.

Acuado, o treinador se defende da pior maneira que um treinador deve fazer: jogando a culpa no time. “Para que fique claro: não sou eu que escolho a forma de jogar, são as características dos jogadores”, diz. “Se virem os treinos, treinamos ataque posicional. Há questões de ordem mental que tem a ver com coragem para o jogo.”

Apesar de cobrar um ataque mais atrevido, o técnico não esconde também andar preocupado com o setor defensivo. Ainda mais com uma decisão pela frente diante de um rival com setor ofensivo poderoso; A resposta para os ajustes está na ponta da língua: trabalhar.

“Só conheço uma forma de melhorar e é treinar. Temos muito espaço para melhorar e treinar: todos, os mais novos, os mais velhos, o treinador… Muito espaço para melhorar e devemos fazer”, enfatiza. “Temos que ter coragem de assumir o jogo, ter a bola, mostrar o jogo. Há muito espaço para melhorar e nunca enganei ninguém.”

O Palmeiras ocupa apenas o 17° lugar no segundo turno do Brasileirão, com somente quatro pontos somados em 15 possíveis. Melhorar esse desempenho já a partir do duelo com o Red Bull Bragantino virou obrigação para Abel Ferreira resgatar a confiança do time e da torcida em seu trabalho.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Mais notícias