Abel Braga evita empolgação por boa fase no Inter, mas admite: ‘Sorte de campeão’

O Internacional assumiu a ponta do Campeonato Brasileiro ao golear o então líder São Paulo por 5 a 1, na quarta-feira, em pleno estádio do Morumbi, na capital paulista, mas o técnico Abel Braga já fez questão de frear a empolgação diante da possibilidade do título. Com 59 pontos, dois a mais que o rival, o clube gaúcho agora só depende de suas forças para ser campeão nacional pela quarta vez na história e acabar com um jejum de 41 anos.

O treinador colorado ainda não vê a equipe como principal candidata a vencer a competição – São Paulo, Atlético-MG, Flamengo, Palmeiras e Grêmio são os concorrentes. “Não é uma atuação de campeão. Mas sorte de campeão essa equipe tem”, comemorou.

- Advertisement -




Autor de três gols, Yuri Alberto foi muito elogiado por Abel Braga, que afirmou tratar-se de um “jogador diferente”. “Ele foi excepcional. Não apenas pelos gols, mas por toda a performance. A evolução técnica dele, e o momento de confiança, faz com que esteja sendo de muita utilidade”, frisou.

O treinador se disse orgulhoso de sua equipe e elogiou a inteligência de seus atletas. “Orgulho eu tenho dos jogadores. Isso que aconteceu, do Abel, não tem nada. Isso o que aconteceu vai acontecer daqui a 20 anos. Uma coisa é certa. Foi uma atuação com inteligência, um jogo muito com a cabeça”, comentou.

O próximo compromisso do Internacional será o clássico contra o Grêmio, neste domingo, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, pela 32.ª rodada. Apesar de ser “amigo” do técnico Renato Gaúcho, em suas próprias palavras, Abel Braga enfrentará o rival pela primeira vez em um Gre-Nal. E projetou muita dificuldade. “É uma situação incômoda. Vamos ter que fazer muita força e jogar mais do que jogamos para tentar um resultado positivo”, projetou.




MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido.