BLOG DO FABRICIO NASCIMENTO

Opinião, artigos e bastidores da política
ClickCampos.com/Fabricio

Abdu Neme divulga nota oficial explicando o motivo de seu ‘sumiço’ em meio à pandemia

Em meio a todo caos provocado pelo coronavírus em Campos e no mundo, chamou a atenção o ‘sumiço’ do secretário de Saúde Abdu Neme. Em vídeos oficiais, o prefeito Rafael Diniz vem aparecendo com a superintendente de Vigilância em Saúde, Andreya Moreira, e não com o próprio secretário, o que gerou burburinhos e boatos.

No entanto, no início da noite desta terça-feira, Abdu informou ao ClickCampos que vem sofrendo com problemas familiares. A sua mãe, de 89 anos, vem enfrentando problemas de saúde, assim como o seu neto, que nasceu na última semana e teve complicações de saúde, mas já demonstra melhoras.




Mesmo com os dois casos familiares, Abdu foi um importante articulador da implantação do hospital de campanha do governo do estado em Campos, que deve gerar 150 novos leitos para pacientes do coronavírus, além de implantar o transporte para pacientes renais que necessitam de hemodiálise e da aquisição de EPIs para os trabalhadores da Saúde. Segundo Abdu, o período que vem enfrentando é um “capítulo à parte na minha trajetória como secretário”.

Confira abaixo a nota na íntegra:

Em virtude dos boatos de que estava sumido das minhas funções como secretário de Saúde, venho por meio desta esclarecer alguns pontos:

Desde que assumi a Secretaria de Saúde no ano passado, tenho trabalhado de segunda a domingo para que as demandas da secretaria fossem realizadas e sempre com o pensamento no bem-estar da população de Campos dos Goytacazes.

Por diversas vezes assumi plantão em nossas unidades de saúde, para que o cidadão não tivesse seu atendimento interrompido, teve dia que fiquei por quase 24h e sempre com o mesmo carinho e presteza que carrego nesses mais de 37 anos de profissão, que pra mim é como um sacerdócio, nasci para ser médico e irei exercer minha função até exaurir minhas forças e sabedoria.

Passei por muitas dificuldades na Secretaria de Saúde e agora a pandemia de coronavírus, porém não esmoreci e nem vou, pois meu compromisso assumido quando me formei e fiz o juramento de Hipócrates carrego dentro de mim, é meu mantra, porém na última semana fui acometido de problemas particulares, meu neto que nasceu na semana passada e expira cuidados, e minha mãe, que está com 89 anos e enfrenta problemas graves de saúde.

Aproveito e agradeço todas mensagens de apoio, bem como orações compartilhadas com minha família nos últimos dias pela recuperação deles

Diante dos fatos precisei me desdobrar, os dias ficaram pequenos e as horas insuficientes para a atenção que me foi requerida como filho, avô, médico e secretário de Saúde, mas agradeço ao bom Deus, minha família e os amigos, foi onde encontrei o suporte necessário para seguir firme.

Não existe momento certo quando o assunto é saúde, mas passar por tudo isso justamente quando o município enfrenta uma pandemia devido ao coronavírus foi muito desgastante, porém, ciente da minha responsabilidade como secretário de Saúde, e mesmo por fazer parte do grupo de risco pela minha idade, não fugi das minhas obrigações com a população campista e desde o início da semana adotei medidas para que possamos enfrentar essa crise mundial.

Conforme orientação do prefeito Rafael Diniz, em conjunto com a subsecretária de Atenção Básica, Cintia Ferrini e a superintendente de Vigilância em Saúde, dra Andreya Moreira, resolvemos a questão da compra de EPI’s para que nada falte nos hospitais e assim dar suporte ao profissional que está na linha de frente, isso é fundamental e sei o quanto é importante para que tanto as equipes de apoio, enfermaria e médicos tenham a tranquilidade para desempenhar suas funções.

Estive com o dr. Geraldo Venâncio para que o Hospital Álvaro Alvim possa também dar suporte no atendimento aos pacientes com suspeita de infecção pelo covid-19.

Solicitamos ao Estado equipamentos e estrutura para aumentar a nossa capacidade de atendimento e ontem ao falar com o secretário de Saúde do Estado, dr. Edmar Santos que tem atendido sempre as nossas demandas, fui surpreendido com a informação que teremos um Hospital de Campanha. Serão mais 150 leitos completos com equipamentos para atender toda a nossa região.

Nesse mesmo período implementei o transporte para o cidadão que precisa realizar hemodiálise, tive um irmão que era paciente renal e vivi toda a dificuldade de quem precisa ir até o hospital. São 4 vans climatizadas com toda segurança e conforto que busca e deixa o paciente em sua casa, uma reivindicação de muitos anos e que não podem deixar de fazer o tratamento.

Esses últimos dias constituíram um capítulo à parte na minha trajetória como secretário. Faço questão de enaltecer toda equipe técnica da Secretaria de Saúde, que em meio ao cenário atual, dividiu comigo as ações necessárias para que o município possa enfrentar essa crise“, finalizou




Relacionados

ÚLTIMAS POSTAGENS

error: Conteúdo protegido.