Esporte

A chegada dos que não viriam…

Fala galera, alô rapaziada!Domingão chegando e o público carioca vai viver o gracejo de mais uma final do certame regional.  Clássico da amizade entre Botafogo e Vasco que abrem amanhã a decisão do Cariocão 2018. Quanto a nós, não nos importa se é 2018 com a modernidade esbofeteando nosso desporto betrão e forçando a gurizada a vestir a camisa do PSG. Não acreditamos também  que é passe de mágica que amanhã ao soprar do apito dando corrida ao cronômetro por parte do juiz, que esqueceremos a FERJ, os públicos abaixo da média e a qualidade duvidosa por parte das equipes em campo.Amanhã é tradição, gozação e camisas que irão se encontrar, as camisas do futebol carioca são atemporais,envergam varais e se o sistema insiste em manchar suas cores, elas dão sinais de jogarem sozinhas. Eu poderia economizar tempo e palavras, em suma é Botafogo e Vasco, ponto e sem vírgulas,isso basta.

E os protagonistas da tarde de domingo pela própria natureza, chegam com um merecido roteiro até essa decisão. Vamos aqui então começar falando do Botafogo, o mandante,que com sangue nos olhos depois de ter sido derrotado por um placar elástico na decisão da taça Rio frente ao Fluminense por 3 a 0, enfrentou um caro e badalado Flamengo, mas sem valor nem protagonismo. Não precisamos de muito para entendermos que quem se colocasse melhor dentro da realidade iria vencer, o Flamengo sabidamente caro e sem  valor, continuou apenas caro, não teve vigor e o Botafogo vendeu o jogo por alto valor. Resultado favorável de quem se colocou bem na realidade, apontando para cima e remando no manual. Botafogo 1 a zero para cima do Flamengo com gol de Luiz Fernando, crescendo na hora de decidir, o herói que aparece.

Já os Vascaínos foram presenteados com um jogão, o jogo mais marcante do campeonato nessa edição. No clássico de quinta feira tivemos tudo que o torcedor e a boa crônica gostam em um clássico: gols, qualidade, vibração e até polêmica. Barba, cabelo e bigode para presentear o torcedor carioca na quinta feira santa, um verdadeiro milagre na vitória de 3 a 2 do Vasco para cima do Fluminense que veio com um gol do renegado Fabrício aos 50 minutos do segundo tempo. Na hora de acabar deu Vasco, e foi de virada, afinal o Vascaíno sempre espera ela e não raro, ela vem.Que roteiro protagonizou o Vasco em?

Botafogo e Vasco decidindo o campeonato carioca, e nos proporcionando esquecer a FERJ, públicos, cartolas e até os europeus. Amanhã Paulinho é do Vasco, só do Vasco. Os últimos sendo os primeiros. O Botafogo lendo bem a realidade, e certamente ainda com sangue nos olhos. No outro lado, temos o Vasco que tem feito da emoção, sua marca em 2018, onde há vida, há esperança, merecido finalista o Vasco.

Amanhã é Botafogo e Vasco, isso basta,é o famoso ponto sem vírgulas.

Comente com o seu Facebook
A chegada dos que não viriam…

To Top
error: Conteúdo protegido.