fbpx

#SigaOCLICK

BLOG DO FABRICIO NASCIMENTO

Opinião, artigos e bastidores da política
ClickCampos.com/Fabricio

A carência da família Garotinho e o instinto da traição

Na ânsia pelo poder, deixam claro que podem trair qualquer um se for para ter o poder

No dia 6 de outubro publiquei aqui neste mesmo espaço um artigo onde citava o grande medo de Anthony Garotinho, que em resumo, é ver o ostracismo se aproximando e ser, cada vez mais, deixado de lado.

Menos de 1 mês após a publicação do artigo, vai ficando cada vez mais claro que a carência de reconhecimento vai ficando ainda mais evidente. Somente neste período de 25 dias, Garotinho se lançou candidato a governador, de uma maneira que nem ele acreditava no que estava falando.

- Advertisement -

A expectativa era uma só: criar uma comoção pelo seu nome, a militância ficar animada, aumentar o passe do ex-governador em negociações e, obviamente, recuar depois dizendo que “optou” por ser candidato a deputado federal. O plano não deu certo, ninguém comprou a ideia e Garotinho ainda se tornou chacota em qualquer roda que o assunto fosse política. Qualquer cidadão que consegue enxergar um palmo á frente do nariz entendeu a estratégia (antiga e ultrapassada) e não deu moral ao coronel.

Não suficiente, agora faz a mesma estratégia com a sua filha, Clarissa Garotinho. Derrotada na eleição para a Prefeitura do Rio, ficando em 11° lugar com pouco mais de 12 mil votos, 0,46% dos total válido, cerca de 50x menos votos que Marcelo Crivella, por exemplo. Agora Clarissa decide anunciar que “vai pensar com carinho em candidatura ao senado“. Em nota divulgada, ela ainda afirma que aparece em 2° lugar nas pesquisas, e que pode ser um caminho viável para ela em 2022. Talvez seja o mesmo instituto que segundo ela, apontou Wladimir como o prefeito mais bem avaliado no estado do Rio. A pesquisa deve ter sido realizada em Caldas Novas (GO), Tefé (AM) ou Juiz de Fora (MG).

Na tentativa de emplacar o nome na mídia, a família Garotinho vai indo na contramão do bom senso. Como anunciam possibilidade de candidatura ao governo do estado e senado, se são aliados do governador e de André Ceciliano? Ambos são pré-candidatos ao governo do estado e Senado, respectivamente, e ajudam a família Garotinho muito além do necessário. Antes mesmo de trair, eles avisam que não são confiáveis, onde dependendo do cenário, quebram acordos e abandonam aliados em troca do poder.

Para os mais novos, talvez isso possa parecer novidade. Podem ter esquecido do que Garotinho fez com Picciani, Cabral, Cunha, Sergio Côrtes, Pezão e muitos outros. Mas para quem já viu dezenas de traições da família, não é de se espantar a postura. Mas cá para nós, não é má ideia Clarissa vir candidata ao Senado. Para quem quer ver a família Garotinho longe do poder, é o primeiro passo para o fundo do poço. Talvez hoje o principal apoio que Clarissa tenha em uma candidatura ao Senado é de quem faz oposição á sua família.

Relacionados

ÚLTIMAS POSTAGENS