Politica

A Caixa Preta da pesquisa Datafolha

Observando mais a fundo a pesquisa do Instituto Datafolha, divulgada hoje, pode-se destacar alguns pontos que passam despercebidos.
Joaquim Barbosa que foi recentemente filiado ao PSB, começa a ganhar seu espaço e já aparece com um percentual maior que Geraldo Alckmin, além disso, em uma provável chapa formada por Marina Silva e Joaquim Barbosa, os números podem chegar aos 25% de intenções de votos, o problema é que até agora nenhum dos dois manisfestou interesse em ser o vice.
A maioria dos eleitores não acreditam que Lula irá disputar a eleição, assim sendo, Ciro Gomes ganha destaque nos números apresentados, chegando aos 9% das intenções de votos. Marina Silva também se beneficia em um cenário sem o petista, herdando parte de seus votos e alcançando Jair Bolsonaro na pesquisa.
Geraldo Alckmin ainda não decolou, muito atrás do que o esperado por ele, só ganha destaque em São Paulo, onde aparece empatado com Bolsonaro e Marina.
Caso algum candidato pretenda receber o apoio do Presidente ,Michel Temer, é melhor pensar duas vezes, pois segundo a pesquisa, seu apoio afastaria 86% dos eleitores.
Os votos nulos e brancos chamam a atenção, sem Lula os votos nulos e brancos ganhariam a eleição, variando entre 23% e 24%, no Nordeste esse percentual chega aos 34%. Quando não apresentam uma lista de candidatos, 46% dizem não saber em qual candidato votar. São números inéditos e que demonstram a fraqueza política no Brasil.
Ainda é cedo para se falar de algum favorito, o pleito de 2018 será o mais imprevisível desde 1989, os candidatos que quase não pontuaram apostam na parcela dos votos nulos e brancos para ganharem seu espaço.

Comente com o seu Facebook
A Caixa Preta da pesquisa Datafolha
To Top
error: Conteúdo protegido.