fbpx

#SigaOCLICK

BLOG DO FABRICIO NASCIMENTO

Coluna mais lida do Norte e Noroeste do Rio de Janeiro
ClickCampos.com/Fabricio

Em queda de braço envolvendo a Câmara, “Pitbull” sai enfraquecido e vereador ganha espaço

Briga por espaço deve favorecer vereador Maicon Cruzz

Publicamos aqui na semana passada o embate envolvendo Thiago Vírgilio, ex-vereador e primo do atual secretário de Governo, e o vereador Maicon Cruzz. Tudo começou quando “vazou” um vídeo onde Maicon diz para algumas pessoas que não é da base do governo, e sim, um vereador independente. Vírgilio foi para as redes sociais e disparou: “Independente de c* é rol*! Se é independente mesmo, entregue os cargos que tem no governo”. 

No dia seguinte, todos os indicados por Maicon Cruzz para cargos comissionados no poder executivo deixaram os seus cargos á disposição, e ai que o jogo começou a ficar complicado para Virgílio.

- Advertisement -

Contrariando as expectativas, o prefeito Wladimir Garotinho decidiu não exonerar nenhum indicado de Maicon. O motivo para isso, seria uma pressão interna, que vem sendo feita por Fábio Ribeiro. E o que parecia ser uma briga por espaço, na verdade pode ter reflexo direto na eleição da mesa diretora da Câmara.

Dias antes da confusão, Virgílio já havia indicado a ideia de lançar Juninho, seu primo, para a presidência da Câmara em uma chapa para “cumprir tabela”. A intenção seria angariar alguns votos da oposição, dividindo os vereadores que não são da base do governo. De acordo com informações internas, Juninho contava com pelo menos 3 votos da oposição em sua chapa. Dessa forma, a eleição para a presidência teria 3 candidatos, o que faria ser mais fácil de eleger um presidente, já que não seria necessário 13 votos. No entanto, Fábio não viu com bons olhos da ideia do aliado. Entendeu que poderia ser um risco grande de perder a eleição para o próprio Juninho, caso a oposição se unisse em torno do nome dele.

A discussão entre Virgílio e Maicon foi apenas o estopim de uma briga interna dentro da base do governo, prova disso é que na publicação de Thiago ele critica o fato de Fábio Ribeiro ser quem supostamente estaria protegendo Maicon, mesmo com a postura dele que desagradava todo o grupo governista.

A partir daí, o presidente da Câmara se dedicou, quase de maneira integral, a tentar aparar as arestas entre Wladimir e Maicon. Por isso nenhum indicado pelo vereador foi exonerado até o momento, e provavelmente não será. Além disso, Fábio conseguiu marcar uma reunião entre o prefeito e o vereador, que acontecerá nos próximos dias, e quem acompanha o caso de perto garante que Maicon vai sair do encontro com mais cargos do que tem hoje, contrariando as expectativas de Virgílio.

Se na postagem original da briga Virgílio falava “Ou é calça apertada ou bunda de fora”, ao que parece quem vai ficar com a bunda de fora é o pitbull que latiu primeiro.

Relacionados

ÚLTIMAS POSTAGENS