fbpx

#SigaOCLICK

Prefeita de São João da Barra comenta decisão de não se vacinar contra a covid-19

A prefeita de São João da Barra, Carla Machado, usou as redes sociais e realizou uma live, nesta quarta-feira (19), para falar sobre a vacinação contra a Covid-19. Carla afirmou que, se ela tivesse filho, não deixaria vacinar.

“Tenho muitas dúvidas ainda. Optei por não ser vacinada e mereço respeito pela minha decisão. Uma vacina precisa no mínimo de cinco anos para analisar os efeitos colaterais. Para os adultos eu não falei, mas para as crianças tenho que falar”, ela ainda destacou que o passaporte sanitário não deve ser exigido.

Continua após a propaganda

Carla pediu que mães do município busquem orientação médica antes de levar os filhos aos postos para receber a dose.

“Pedir para todas as mães ter atenção na escolha de vacinar ou não. Pensem, leve seu filho a um pediatra antes, leia a bula. Na China essas vacinas foram criadas para um determinado tipo de vírus. Tem que ver se essa vacina serve realmente para combater essas variantes. Sei que vocês amam seus filhos e então, pensem nisso”, relatou a prefeita.

Durante a transmissão, Carla disse ainda que, não é contra nenhuma vacina.

”Eu não sou antivacina. Tomei várias. Sou à favor da ciência. Só que eu tenho minhas dúvidas e acho que (não me vacinar) é um direito se eu não prejudico ninguém, porque tomando ou não tomando a gente continua a transmitir e continua a se contagiar.”

“… Agora nenhuma das crianças aqui em São João da Barra precisaram entrar na UTI pediátrica. A taxa foi de 6% nesse período. Se puder, vamos nos cuidar. Existe uma baixa internação e um contágio muito maior com essa nova variante e a influenza.” comentou a prefeita.

Mais lidas

Siga o nosso insta!

Últimas notícias