Existem duas CPIs em andamento na Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes. Ambas se reuniram nesta segunda feira (26). As investigações já estão em curso, tendo uma das CPIs já divulgado que foram feitas análises iniciais nos documentos e organização nominal dos que serão convocados a depor.

Uma delas é a que está investigando possíveis irregularidades envolvendo o contrato entre a empresa Emec e o governo da prefeita Rosinha Garotinho. Apelidada de CPI das Rosas, a comissão é presidida pelo líder do governo na câmara, o vereador Fred Machado (PPS). Além dele, também compõe a CPI os vereadores Cláudio Andrade (PSDC), Marcelo Perfil (PHS), Neném (PTB) e Silvinho Martins (PRP), sendo Silvinho o substituto, do mesmo partido, do ex-vereador Vinícius Madureira, afastado por suposto envolvimento em um “escandaloso esquema” de compra de votos utilizando um programa social.

A outra CPI é a que está investigando possíveis irregularidades envolvendo a contratação da empresa Odebrecht pelo governo Rosinha Garotinho. A CPI da Odebrecht é presidida pelo vereador Genásio (PSC), além de contar com a composição dos vereadores José Carlos (PSDC), Abu (PPS), Jorginho Virgílio (PRP) e Thiago Ferrugem (PR). Durante delações de executivos da empresa na operação Lava Jato, foram citados a ex-prefeita Rosinha e o ex-secretário de governo Anthony Garotinho, como pessoas que teriam sido beneficiadas por “caixa dois”.

Comente com o seu Facebook