O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ainda presta depoimento ao juiz Sérgio Moro, responsável pelas ações da operação Lava Jato na primeira instância. Lula chegou às 13h42 à sede da Justiça Federal de Curitiba, no Paraná, e falou oa juiz por mais de quatro horas.

O ex-presidente passou a pé pelo cordão de isolamento estabelecido pela polícia para entrar no prédio. Ele saiu de carro com seus advogados por volta de 13h25m de uma casa no bairro Bacacheri. Lula desceu do veículo em frente à Justiça e caminhou para entrar no prédio.

Mais cedo, advogados da Petrobras chegaram ao prédio. Eles conseguiram o direito de assistir ao interrogatório. Três procuradores vão representar o Ministério Público no depoimento.

O ex-presidente Lula saiu acompanhado de seus advogados por volta de 13h25m de uma casa do bairro de Bacacheri, em Curitiba. O petista segue agora para o prédio da Justiça Federal na capital paranaense, onde será interrogado pelo caso do tríplex no Guarujá.

O petista foi vaiado e aplaudido ao sair para depor. Grupos pró-Lula e manifestantes contrários ao ex-presidente marcam atos em Curitiba para esta tarde.

Dilma mostra apoio ao ex-presidente

A ex-presidente Dilma Rousseff desembarcou no aeroporto Afonso Pena, em Curitiba, dez minutos depois de Lula. O voo comercial que saiu de Porto Alegre com ela pousou às 10h30m no mesmo hangar por onde chegou o voo do petista, que presta depoimento na tarde desta quarta-feira ao juiz Sergio Moro.

Em sua conta pessoal do Twitter, ela manifestou apoio a Lula. “Já estou em Curitiba para prestar minha total solidariedade ao presidente @LulapeloBrasil. A verdade vai prevalecer.#LulaEuConfio”

Comente com o seu Facebook