A Comissão Especial de Gestão Governamental está finalizando os detalhes para o processo de reforma administrativa a ser realizado em todas as repartições da prefeitura, com foco na redução de cargos e despesas. Também ocorrerá uma reforma estrutural, que encontra-se em fase de estudos. A proposta é reduzir em no mínimo 20% o número de cargos comissionados e gratificados, dentro da proposta de implantação de uma administração eficiente com o mínimo possível de custos.
— Hoje temos criados por lei e decretos 1.815 cargos, entre comissionados e funções gratificadas. Atualmente em nossa gestão temos nomeados cerca de 1.150. Em termos comparativos, a administração passada chegou ao final do ano passado com 1.658 pessoas nomeadas, ou seja, estamos com 508 cargos a menos — afirmou o secretário de Governo, Fábio Bastos.
Ainda segundo Fábio, as nomeações que porventura ainda ocorrem, são em decorrência de questões pontuais.
 — Com base na reforma que pretendemos fazer, a nossa intenção é cortar de 20% a 30% no número de cargos e na despesa com pessoal comissionado e gratificado. Assim, acreditamos estar muito próximos de atingir nossa meta e finalizar as nomeações. Portanto, as nomeações que estão ocorrendo a partir de agora, são em substituições a outras, não são novos cargos. Em outros casos, são nomeações que ainda não haviam saído por pendência de documentação — concluiu, lembrando que o objetivo é que o projeto seja apresentado à sociedade e vereadores, através de audiência pública.
Comente com o seu Facebook