O vídeo de um furto realizado no interior de uma loja de variedades viralizou nas redes sociais na tarde de terça (28), onde na postagem, era informado que o fato aconteceu em uma loja da cidade de Campos.

Acontece que com um pouco mais de atenção, é possível ouvir um locutor da Rádio Paranaíba, que é de Uberlândia – MG. Além da voz do locutor, também é possível ouvir o nome de uma rede de supermercados que não existe na cidade de Campos. Exercendo o papel do jornalismo que é buscar a comprovação da veracidade dos fatos, entramos em contato com a loja informada na descrição do vídeo, que comprovou que o roubo não aconteceu em nenhuma unidade de sua rede, e tranquilizou os seus clientes informando que as lojas do grupo Samuel possuem um moderno sistema de segurança, já que o grupo busca oferecer conforto, comodidade e segurança aos seus clientes.

ALERTA PARA FALSAS NOTÍCIAS
Vale lembrar que não é a primeira vez que acontece este tipo de boato. Vídeos e imagens que são compartilhadas em grupos de whatsapp, páginas de facebook e sites desconhecidos, muitas vezes viralizam sem ter nenhum fundamento, prejudicando outras pessoas, ou como no caso do vídeo citado, prejudicando a imagem de uma loja com anos de tradição.

O que muita gente não sabe, no entanto, é que uma informação falsa, ou boatos compartilhados na internet, podem trazer consequências graves e ser considerados crimes.

SITES QUE DESVENDAM BOATOS
Boatos.org – É uma alternativa para checagem de histórias espalhadas pela internet.

E-farsas – O tem mais de 10 anos de existência e nele é possível pesquisar sobre a maior parte dos boatos amplamente difundidos na rede. O autor do site além de pesquisar a origem dos boatos, tenta fazer uma análise minuciosa sobre os pontos contraditórios contidos na informação que está sendo divulgada.

Tentar esclarecer os fatos divulgados na internet não é o mesmo que inibir a livre manifestação de opiniões, mas uma iniciativa importante para distinguir o que é informação verdadeira das histórias falsas divulgadas de maneira irresponsável.

 

Comente com o seu Facebook