O prefeito de Campos, Rafael Diniz, manteve nesta quinta-feira (23) uma agenda positiva de reuniões em Brasília, onde tenta viabilizar parcerias de interesse para a população campista e resolver problemas deixados pela gestão passada. O prefeito foi recebido pelo ministro da Defesa, Raul Jungmann, da Cultura, Roberto Freire, e também por diretores da Secretaria de Aviação Civil. Quem também recebeu Rafael foi o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia.
No encontro com o ministro Raul Jungmann, Rafael Diniz propôs parcerias entre as forças armadas com o município para utilizar o espaço do antigo 56º Batalhão de Infantaria (BI) em benefício da população.
— Nosso objetivo é realizar naquele ótimo espaço atividades esportivas com nossas escolas públicas, com nossas comunidades e também aproveitar nos finais de semana. É tornar aquele local um centro de referência para a prática de esportes — afirma o prefeito.
Já no Ministério da Cultura, três pautas foram apresentadas ao ministro Roberto Freire: reforma do Palácio da Cultura, o projeto Orquestrando a Vida e o Festival Doces Palavras (FDP). “Tivemos a oportunidade de explicar a situação que encontramos o Palácio da Cultura e negociar recursos para conclusão da obra, quer sejam recursos do próprio Ministério ou pela Lei Rouanet. O ministro Roberto Freire se colocou à disposição para, junto ao município, encontrar o melhor caminho para viabilizar a reforma”, explicou Rafael Diniz, lembrando ainda que o projeto Orquestrando a Vida e o Festival Doces Palavras (FDP) também foram abordados no encontro.
— Explicamos para o ministro a importância do Orquestrando a Vida para o nosso município, o trabalho de excelência que é realizado e a necessidade de uma parceria com o governo federal para viabilizar recursos para o projeto. Também pudemos discutir a possiblidade de o Ministério apoiar o Festival Doces Palavras, que vai acontecer em setembro. A ideia foi muito bem recebida pelo ministro, que já colocou uma equipe à disposição para elaborar uma forma de apoio — comentou o prefeito de Campos, afirmando que também foram iniciadas as conversas para a realização da Bienal do Livro em 2018.
Também nesta quinta, Rafael esteve reunido na Secretaria de Aviação Civil do Ministério dos Transportes, onde discutiu a questão do Aeroporto Bartolomeu Lysandro, que atualmente está sob intervenção da Aviação Civil por conta de dívidas.
— Este é mais um dos problemas deixados pela gestão anterior e que vamos resolver. Houve uma intervenção que irá até o dia 29 de março e, caso não houvesse um acordo, Campos poderia perder o Aeroporto, que é de extrema importância para o desenvolvimento econômico da nossa cidade. Tivemos um bom diálogo, expusemos o nosso plano de ação, que está sendo montado para resolver essa questão e as negociações e estão avançados. Provavelmente vamos garantir um tempo maior para apresentar um projeto e garantir a gestão do aeroporto —, afirmou o prefeito Rafael Diniz, que esteve acompanhado do deputado federal Júlio Lopes e recebido pelo Diretor do Departamento de Outorgas, Ronei Glanzmann, e o Coordenador Geral da Aviação Civil, Fabiano de Carvalho.
Por fim, Rafael esteve reunido com o presidente da Câmara dos Deputados discutindo possíveis parcerias entre o governo federal e municipal que ajudem na reconstrução da cidade de Campos.
Comente com o seu Facebook