O município de Campos irá realizar uma força-tarefa, neste final de semana, dando início à vacinação em massa da população contra a febre amarela. Segundo a diretora de Vigilância em Saúde de Campos, drª Andréya Moreira, neste sábado (18) e domingo (19), seis postos de vacinação estarão disponíveis: Fundação Rural de Campos, no saguão do Hospital Veterinário da Uenf, Fundação Municipal de Esportes (antiga AABB), UBS da Penha, Vila Olímpica de Guarus e Ciep de Travessão. A imunização acontecerá das 8h às 16h. Além desses postos, a Vigilância também retornará a Rio Preto neste sábado (18) para vacinar as pessoas que ainda não receberam a dose. A ação foi definida após o resultado positivo da análise do primata encontrado morto na localidade. Já a partir de segunda-feira (20), mais 11 postos estarão vacinando as pessoas, somando 17 polos no total.
Segundo drª Andréya, o município conseguiu a liberação de 100 mil doses da vacina com o Estado, com isso foi definida a antecipação do início da vacinação. As doses extras foram viabilizadas durante reunião entre o prefeito de Campos, Rafael Diniz, a secretária de Saúde, drª Fabiana Catalani, e o secretário estadual de Saúde, Luiz Antônio Teixeira Jr.
— Vale ressaltar que não foi identificada febre amarela na área urbana no Brasil. Temos nos preparado há algum tempo para atuarmos nessa vacinação em massa, montando nossa estratégia. Não vamos expor nenhuma pessoa a nenhum risco. Nossa meta é vacinar toda a população em quatro semanas — disse drª Andréya ao acrescentar que novas doses devem ser entregues no decorrer dos dias.
Macaco encontrado morto em Rio Preto
A diretora de Vigilância explicou que na noite da última quinta-feira, o resultado do exame do primata encontrado morto — uma fêmea da espécie Bugio, no dia 3 de março em Rio Preto — foi positivo para febre amarela. Por conta disso, uma nova imunização acontecerá na localidade na UBS de Rio Preto, neste sábado (18), das 8h às 16h. “Já havíamos feito a vacinação em Rio Preto, onde conseguimos alcançar 80% de imunizados. Iremos retornar para atingir a meta de 100%”, explicou drª Andréya Moreira.
Durante a etapa de vacinação em massa, os 17 postos de imunização funcionarão de segunda à sexta-feira, das 8h às 16h. Já nos finais de semana, o trabalho seguirá nos seis pontos. As pessoas devem comparecer aos locais munidos de carteira de identidade, comprovante de residência e cartão de vacinação, principalmente os menores de idade. A vacina é destinada a pessoas entre 9 meses e 60 anos, obedecendo às indicações e contraindicações do Ministério da Saúde, que são: não possuir doenças como câncer, HIV positivo; não ser alérgico a proteína do ovo e a gelatina; não fazer uso de medicamentos como corticoide; não ser gestante e não estar amamentando. No caso de maiores de 60 anos, a secretaria de Saúde preconiza a vacinação apenas mediante a laudo médico.
Vacinação contra febre amarela em Campos acontece desde janeiro
O município de Campos iniciou a imunização contra a febre amarela no dia 10 de janeiro. Desde então, mais de 25 mil pessoas foram vacinadas. Além da área central, onde as pessoas que teriam acesso à áreas de risco receberam as doses, o município também realizou bloqueio vacinal nos distritos que fazem divisa com áreas de risco do Espírito Santo, como Santa Maria e Santo Eduardo, e também segue com o trabalho nos distritos de áreas de mata e proximidades.
A ação já foi feita no Imbé, Rio Preto, Lagoa de Cima, Tapera, Morangaba, Dores de Macabu e Serrinha. O trabalho segue segue em Ibitioca, nos dias 17, 20 e 21; Sentinela do Imbé, no dia 19; e em Morro do Coco, nos dias 22, 23 e 24 de março. “Vale ressaltar que continuaremos a vacinação nos distritos simultaneamente a vacinação em massa, para fecharmos o cinturão de bloqueio”, ressaltou drª Andréya.
Comente com o seu Facebook